• André Ventura insinuou que novas medidas do Governo sobre a Covid-19 podem retirar Armando Vara da cadeia. Será? (Atualizado)

    Na sequência da libertação de Armando Vara (ocorrida ontem, dia 10 de Outubro), André Ventura e numerosos militantes do Chega manipularam, num exercício de populismo fácil, um fact-check realizado pelo Polígrafo quando, em abril de 2020, o Governo aprovou o novo regime extraordinário de saída administrativa de reclusos condenados para prevenir a disseminação da Covid-19 em ambiente prisional. Nessa altura, Ventura afirmou que Armando Vara seria imediatamente libertado e o Polígrafo classificou a sua declaração como falsa. O líder do Chega vem dizer agora que a libertação de Vara prova que o Polígrafo errou. Pelo contrário: prova que o Polígrafo estava certo ao garantir que naquele momento, há um ano e meio, o socialista não reunia ainda as condições definidas na lei para ser elegível para libertação, nomeadamente a que se relaciona com o tempo de cumprimento da sua pena. Só agora as atingiu. Mas sobre isso Ventura não falou. Lamentavelmente.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.