O já chamado "Neymargate", em que o futebolista brasileiro do Paris Saint-Germain é acusado de violação por uma jovem manequim, tem sido fonte massiva de desinformação. Ontem o Polígrafo noticiou o facto de uma mulher, Mariana Castilho, ter sido falsamente identificada nas redes sociais como sendo a alegada vítima do jogador da canarinha. Mariana apressou-se a desmentir que seja quem dizem ser, mas entretanto outras mulheres, no meio do frenesim mediático que tomou conta do caso, juntaram-se ao rol das "suspeitas" de terem sido violentadas por Neymar. Veja quem são:

1 - Najela Trindade

Em comum com a verdadeira protagonista, tem o nome, praticamente igual. Também é bonita e tem milhares de seguidores nas redes sociais. No Facebook, Najela já reagiu à distribuição massiva de imagens suas nas redes sociais, em que é apresentada como Najila Trindade, a verdadeira protagonista desta história:

"Vou esclarecer essa chatice, não me chamo Najila Trindade, meu nome é Najela Trindade, estão comentando minhas fotos, mandando mensagens, fazendo acusações absurdas, colocando fotos minhas e do meu filho em perfis falsos, Meu filho não se chama Lucca meu filho se chama Enzo, não eu não sai com o Neymar eu não moro em São Paulo, não viajei pra Europa, as pessoas não leem as coisas apenas compartilham, prestem mais atenção antes de marcar, compartilhar, comentar.Meu celular não para mais por que pessoas que não tem o que fazer estão compartilhando minhas fotos falando sobre minha vida mandando coisas, sem saber quem sou eu! Então parem não sou a guria que saiu com o Neymar!"

Depois disso, face à continuidade das ameaças e à publicação das suas fotos em sites pornográficos, fez uma declaração desesperada no Facebook:

2) Sara Hardel

A modelo brasileira, que tem 148 mil seguidores no Instagram, também foi envolvida na cadeia de desinformação em curso. As suas  fotos estão a ser utilizadas para criar perfis falsos nas redes sociais. Um site espanhol - o Culé Mania - identificou-a como sendo Najila (cuja entrevista à cadeia de televisão SBT está a agitar a nação brasileira).

3) Carolina Paiva

Moradora da cidade de Piracicaba, no interior do Estado de São Paulo, Carolina Paiva viu a sua imagem a ser utilizada para a criação de perfis falsos nas redes sociais. Com uma multidão de seguidores (mais de um milhão de fãs no Instagram), não precisava desta onda de protagonismo. Veja uma das suas imagens "pirateadas", normalmente acompanhadas de hashtags como #Neymar ou #Paris:

Neymar

Esperam-se agora cenas dos próximos episódios de uma novela que parece não ter fim.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.