Marcelo e o seu "novo projeto" para os portugueses

A página utiliza o logótipo da RTP e o artigo em causa (o qual está a ser insistentemente promovido nas redes sociais) é ilustrado com uma imagem do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e tem o seguinte título: “É assim que o Presidente ajuda os portugueses agora!”

No primeiro parágrafo do texto, lê-se que “dando todo o seu apoio a este projeto, Marcelo Rebelo de Sousa reuniu-se com dezenas de desenvolvedores experientes da Universidade de Yale. Juntos, eles criaram a plataforma de investimento automático de Bitcoin, a Crypto Profit, que agora está disponível para o público em geral e com a qual todos podem ganhar dinheiro.”

Na legenda da imagem de Marcelo ler-se que “o Presidente destaca o valor do seu novo projeto para cidadãos portugueses”. E o texto prossegue: “Em primeiro lugar, Marcelo insiste que este projeto visa aumentar o PIB per capita de Portugal,diminuir a dependência da segurança social e da ajuda governamental e, finalmente, tirar a economia da estagnação”.

Marcelo

Na palavra “plataforma” e noutras passagens do artigo há hiperligações parapáginas de comércio de Bitcoin, claramente fraudulentas,apelando a um “investimento inicial de 250 euros” e prometendo dividendos espectaculares a curto prazo. Para ilustrar o projecto com exemplos de sucesso, os promotores da página (que não possível contactar porque não são disponibilizados quaisquer contactos no site) socorrem-se de outras figuras de referência da sociedade portuguesa, como o ex-Presidente da República Aníbal Cavaco Silva, o empresário Alexandre Soares dos Santos ou José Neves, fundador da Farfetch.

Também há cidadãos comuns que dão a cara no site através de um testemunho sobre o seu investimento. Todos são apresentados como provenientes de várias cidades portuguesas, mas o Polígrafo SIC pesquisou as respectivas fotografias e constatou que estas constam de um banco de imagens internacional onde é possível comprar fotos – ou seja, são falsos casos de sucesso.

Bilionário Soares dos Santos montou negócio de bitcoins para "enriquecer o povo"?

A imagem de Alexandre Soares dos Santos está a ser abusivamente utilizada para promover um negócio de bitcoins. Num artigo publicado num site de carácter duvidoso, o fundador da Jerónimo Martins, com uma fortuna avaliada em mais de 3 mil milhões de euros, terá criado uma nova empresa: a Bitcoin Profit. Objectivo: “Tornar a sociedade portuguesa numa das mais ricas do mundo e devolver algum poder de volta à classe trabalhadora, em vez de ao governo”, revela-se no artigo.

Diz Alexandre Soares dos Santos: “Eu nasci para criar isto e ajudar o nosso povo. Isso é a única coisa que importa agora.” Juntamente com um alegado sócio americano, o líder da Jerónimo Martins teria criado um algoritmo que funciona melhor do que qualquer corretor. Resultado: quem investir na plataforma habilita-se a “ganhar entre 850 e 40 mil euros euros por dia”, dependendo do montante que arriscar.

Alexandre Soares dos Santos

Para credibilizar o artigo, refere-se que Soares dos Santos prestou estas declarações no âmbito de um programa televisivo em que participou como convidado: o Você na TV, da TVI.

Trata-se, obviamente, de uma fraude. O empresário não esteve no Você na TV. Mais: na data em que o artigo é assinado, Cristina Ferreira, que surge na imagem que o ilustra ao lado de Manuel Luís Goucha, já não trabalhava na estação, uma vez que já se transferira para a SIC, onde conduz “O Programa da Cristina”. Outras provas da fraude são o facto de se tratar de um site anónimo, sem possibilidade de ser contactado e que utiliza perfis falsos de leitores que fazem comentários abonatórios relativamente ao produto em causa.

Mourinho tentou "convencer" Marta Cerqueira Gomes a investir

“José Mourinho revela como ele adquiriu 2,3 milhões de dólares após a sua falência. Ele afirma que qualquer um pode fazer o mesmo e mostra no ‘Você na TV!’ como fazê-lo!”

Este é o título de uma "notícia" publicada na página “NB News Box”, segundo a qual o treinador português terá participado no programa televisivo “Você na TV!”, da TVI, onde alegadamente explicou à apresentadora Maria Cerqueira Gomes como é que ganhou 2,3 milhões de dólares através de um investimentonuma plataforma de bitcoins.

No artigo em causa são descritas as inúmeras virtualidades de um pequeno investimento em bitcoins. O utilizador é aconselhado a realizar de imediato um depósito na plataformageralmente de 250 dólares (225 euros). Depois disso, acreso algoritmo automático faz o milagre da multiplicação do dinheiro.

Mourinho

O Polígrafo tem denunciado este esquema sucessivamente, mas a plataforma “Bitcoin Future” insiste no logro, através de conteúdos patrocinados colocados nas redes sociais.

No final do artigo surge uma série de comentários de supostos investidores de sucesso na plataforma “Bitcoin Future”. Aparentemente são perfis da rede social Facebook, mas na verdade não existem. Tanto as imagens como os nomes são falsos. O objetivo será convencer os leitores a seguirem esses exemplos de sucesso.

Trata-se, em suma, de uma comprovada fraude. Mourinho não esteve no programa da TVI e não promoveu um investimento na plataforma “Bitcoin Future”.

Bruno de Carvalho: depois do Sporting, as bitcoins?

O ex-presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho, é o protagonista de uma aparente notícia publicada no dia 7 de fevereiro de 2019 e difundida nas redes sociais (através de conteúdo patrocinado). “Bruno de Carvalho revela como ganhou 2,3 milhões após a falência - Ele diz que qualquer um pode fazê-lo e mostra como no ‘Jornal 2’”, destaca-se no título.

Trata-se supostamente do “Jornal 2” da RTP, com o artigo (da página “Notícias Maior“) a fazer referência e a mostrar imagens do jornalista João Fernando Ramos no cenário desse espaço noticioso da televisão pública portuguesa.

bruno de carvalho

“Bruno de Carvalho está no programa de TV ‘Jornal 2’, um homem que recuperou da falência graças a uma plataforma de negociação de Bitcoin automática, chamada Bitcoin Future. A ideia era simples: permitir à pessoa comum a oportunidade de encaixar dinheiro com o boom da Bitcoin. Mesmo sem ter absolutamente nenhuma experiência em investimento ou tecnologia. Um utilizador teria simplesmente de fazer um depósito inicial na plataforma, normalmente de 250 euros ou mais, e o algoritmo de negociação automático iria funcionar. Usando uma combinação de dados e aprendizagem da máquina, o algoritmo saberia o momento perfeito para comprar a Bitcoin em baixa e vender em alta, maximizando o lucro do utilizador”, descreve o artigo.

No entanto, trata-se de um logro. Nem Bruno de Carvalho esteve no “Jornal 2” da RTP para falar sobre um alegado investimento em Bitcoins, nem João Fernando Ramos o entrevistou sobre esse investimento fictício. O site em causa é anónimo e não é susceptível de ser contactado. Tudo junto, é evidente que estamos perante mais um exemplo típico um esquema fraudulento com o objectivo único de levar as pessoas a fazer um investimento de que, muito provavelmente, se arrependerão.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.