- É verdade que bebidas quentes ajudam a combater o vírus?

Não existe evidência de que isso aconteça para a COVID-19.

No entanto, as bebidas quentes ou frias ajudam sempre a manter um adequado estado de hidratação, tal como acontece quando estamos com gripe, ajudando o organismo a combater as infeções virais.

 Avaliação do Polígrafo: Falso

- Os centros comerciais deveriam fechar por serem propagadores de vírus?

Neste momento existem orientações específicas para empresas que devem ser seguidas nesta fase. Os centros comerciais desenvolvem planos de contingência para garantir a segurança dos visitantes, tal como se verifica com os supermercados. No entanto, não existe nenhuma instrução no sentido do encerramento nesta altura, até porque se os supermercados ou farmácias estiverem integrados num centro comercial, este não pode fechar as portas, para as pessoas se abastecerem.

 Avaliação do Polígrafo: Falso

- É seguro deixar as crianças com os avós?

Neste momento não se recomenda que as crianças estejam com os avós por serem considerados um grupo vulnerável. Apesar de as crianças serem menos afetadas por esta doença e de terem sintomas mais ligeiros, podem transmitir o vírus a outros. É preferível que crianças e avós vão falando através de redes sociais, chats e por telemóvel durante esta fase de transmissão da doença.

Avaliação do Polígrafo: Falso

- Vinagre e medronho matam o Coronavírus?

Não. O vinagre não serve como desinfetante das superfícies – não inativando o vírus. Apesar de conter álcool, o medronho tem cerca de 42-50%/vol. de teor de álcool, o não respeita a concentração necessária para inativar o vírus.

Avaliação do Polígrafo: Falso

- Andar de transportes públicos perto de outras pessoas é um perigo neste momento?

 Se vai viajar em transportes lotados, o que se recomenda é que:

  • Garanta uma distância mínima das outras pessoas;
  • Se posicione costas com costas face a outras pessoas
  • Utilize máscara APENAS se tiver problemas de saúde.
  • Evite levar as mãos à boca, olhos ou nariz;
  • Vire a cara para o lado, se alguém estiver a tossir à sua frente e peça à pessoa que está a tossir que o faça para um lenço ou para o braço ou paras o cotovelo;
  • Desinfete as suas mãos com uma solução à base de álcool ou lave as mãos assim que possível.
  • Se o transporte estiver lotado pode, sempre que possível, aguardar pelo próximo.

 Avaliação do Polígrafo: Verdadeiro, mas...

- As pessoas que estão em grupos de risco devem deixar de ir ao ginásio?

Sim, temporariamente, até passar a fase mais grave de disseminação do vírus, sobretudo se for uma pessoa mais idosa e com doenças crónicas.

 Avaliação do Polígrafo: Verdadeiro

- As pessoas devem deixar de ir secar a roupa nas lavandarias?

Sim, por ser um local de ajuntamento de pessoas. A não ser que o local seja bastante arejado e espaçoso, que permita as pessoas estarem afastadas umas das outras a uma distância de pelo menos um metro. No entanto, se for uma pessoa de risco, não se devem expor desnecessariamente nesta fase.

Avaliação do Polígrafo: Verdadeiro

- Há uma temperatura mínima para lavar a roupa?

O cidadão sem sintomas de COVID-19 pode continuar a lavar a roupa como costumava fazer. Se o cidadão tiver sintomas de infeção respiratória suspeitos de COVID-19, então a roupa deve ser lavada em casa na máquina, a pelo menos 60-70ºC, mas pode ir até os 90ºC – ou seja, à temperatura mais elevada, que a roupa puder suportar.

A roupa que não puder ser lavada a quente, deve ser lavada com ciclo de água morna (30-40ºC) e desinfetada de seguida com um ciclo desinfetante, apropriado para roupa branca ou de cor, consoante o tipo de roupa a lavar. Se tiver máquina de secar roupa, use-a sempre durante esta fase. Ainda neste caso e se não tiver máquina de lavar, lave as suas roupas à parte da roupa dos seus familiares e desinfete de seguida com o desinfetante apropriado para a roupa (consoante seja de cor ou branca), enxague só com água no final e ponha a secar ao ar.

 Avaliação do Polígrafo: Verdadeiro

coronavirus

- O sabão azul é melhor que os sabonetes líquidos que estão à venda?

Não há estudos que confirmem esta questão. Se usar o sabão azul e branco, depois de o usar, deve passá-lo por água e pô-lo a escorrer, colocando-o num local onde se mantenha seco. Não deve ficar numa saboneteira ou outro local húmido ou com água, porque o líquido acumulado no sabão vai-se contaminando, acabando por se tornar também numa fonte de contágio.

Avaliação do Polígrafo: Falso

- As pessoas devem partilhar computadores no local de trabalho?

Não. Cada trabalhador deveria ter o seu computador de trabalho. No entanto, há locais ou empresas onde isto não é possível. Sempre que alguém vai trabalhar num computador que não é o seu, deve lavar as mãos com água e sabão antes e depois de o usar. Em alternativa, deve esfregar as mãos com a solução à base de álcool – antes e depois de o utilizar.

Os ecrãs e os teclados devem ser limpos frequentemente, de preferência com toalhetes de limpeza e desinfeção rápida à base de álcool ou outro desinfetante com ação contra o vírus SARS-CoV-2 (ação virucida).

Avaliação do Polígrafo: Falso

- Consumir mais vitamina C, comer alho, uso de limão, consumo de erva doce, etc. são eficazes na prevenção da infecção?

Não há estudos que comprovem esta questão. No entanto, os bons hábitos alimentares são sempre aconselhados em qualquer circunstância. Deve comer o que gosta e os alimentos com os quais se sente bem e, de acordo com o tipo de dieta prescrita pelo seu médico ou nutricionista. Se o seu médico entender que precisa tomar vitaminas, irá aconselhá-lo (a) nesse sentido.

Avaliação do Polígrafo: Falso

- É seguro encomendar comida para ser entregue em casa?

É, desde que cumpra algumas recomendações. Depois de receber a encomenda e abrir a embalagem exterior, lave as mãos com água e sabão e seque-as. Depois, retire a embalagem interior – a da comida propriamente dita - e coloque sobre a mesa ou uma bancada da cozinha. Se se sentir mais tranquilo e for exequível, pode passar um toalhete com álcool no exterior da embalagem da comida, antes de a abrir e, lave as mãos de seguida ou passe-as pela solução com álcool.

Avaliação do Polígrafo: Verdadeiro, mas...

- Todos recebemos cartas, nas caixas de correio, que são manuseadas por outras pessoas. Pode ser perigoso?

Sim, mas apenas se não forem cumpridas regras de higienização das mãos após contacto com cartas e encomendas, evitando tocar na cara antes de lavar as mãos.

Avaliação do Polígrafo: Verdadeiro, mas...

coronavirus

- Há vídeos de pessoas em centros comerciais com sacos na cabeça. É uma forma de proteção válida?

Não. Há o risco de sufocar ou de se sentir mal, porque o plástico não deixa entrar e circular o ar para poder respirar normalmente e conforme vai respirando o saco vai ficando com dióxido de carbono acumulado, o que é prejudicial à sua saúde.

A única barreira respiratória eficaz é o uso de máscara se necessário. Mas as medidas que o (a) protegem mesmo são: o afastamento social (manter a distância de pelo 1-2 metros de outra pessoa, manter-se em casa e sair apenas quando necessário, não cumprimentar outras pessoas com aperto de mão ou beijinho e abraço – cumprimentar acenando apenas com a cabeça ou a mão), a higiene frequente das mãos e cumprir as medidas de etiqueta respiratória.

Avaliação do Polígrafo: Falso

- Nos casos mais graves de infeção pulmonar provocado pelo vírus, é necessário o paciente ser "auxiliado" por ventilador. A minha pergunta é: quantos ventiladores existem em Portugal por cada 100.000 habitantes?

Neste momento o número não está fechado. Está a ser concluído um levantamento da oferta existente, incluindo nos hospitais privados. No entanto, é importante saber que só os doentes com insuficiência respiratória grave é que vão precisar de ventilador. Por outro lado, conforme as pessoas ligadas aos ventiladores vão ficando melhores e começam a respirar por si mesmos, sem necessidade da ajuda do ventilador, estes ventiladores vão ficando livres para outros doentes que deles precisem.

Daí que seja importante que se consiga travar o pico de incidência da doença. Os nossos comportamentos individuais podem fazer atrasar o pico de incidência e assim garantir que todos terão acesso a um ventilador em caso de necessidade.

Avaliação do Polígrafo: Impreciso

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
International Fact-Checking Network