1 - A palavra vem do grego

A expressão “diabetes” é a expressão grega para “sifão”, que se refere à urina de diabetes não controlada. “Mellitus” é a palavra latina para “mel” ou “doce”, um nome acrescentado quando os médicos descobriram que a urina de pessoas com diabetes é doce.

2 - #alertachina

Os cientistas prevêem que pode haver 30 milhões de novos casos de diabetes somente na China em 2025.

 3 - A origem da insulina

O termo “insulina” foi criado a partir da palavra latina insula (“ilha”) porque a hormona é segregada pelas Ilhotas de Langerhans no pâncreas.

 4 – Uma dieta estranha

Antes da descoberta da insulina, em 1921, os médicos instruíam os pacientes a fazer dietas de fome, recomendando que comessem apenas alimentos como farinha de aveia.

A diabetes foi identificada em cavalos, esquilos e até em golfinhos

5 – A etnia conta

Os indivíduos afro-americanos e hispânicos têm uma taxa muito maior de diabetes tipo 2 do que os caucasianos. Existem 74 casos por 1.000 para afro-americanos, 61 casos para hispânicos e 36 casos para caucasianos.

 6 – Danos colaterais

Há aproximadamente 86.000 amputações/ano de membros inferiores em diabéticos nos Estados Unidos. As taxas de amputação são mais elevadas entre os homens do que entre as mulheres. Especialistas acreditam que quase metade de todas as amputações poderiam ter sido evitadas com exames e educação adequados.

7 – Toca a (quase) todos

A diabetes foi identificada em cavalos e esquilos. Foi ainda detetada em golfinhos, raposas e até mesmo num hipopótamo.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.