Um voo cancelado pode revelar-se um autêntico pesadelo na vida pessoal ou profissional dos passageiros. Calcula-se que o problema afete 360 mil pessoas anualmente. Motivo suficiente para gerar enormes conflitos com as companhias aéreas.

Cerca de 7 milhões de passageiros sofreram perturbações em voos com partida de Portugal em 2018, como consequência de atrasos ou cancelamentos.

Muitos passageiros ignoram a possibilidade de serem recompensados pelas transportadoras. Mas a verdade é que a compra de uma passagem aérea confere direitos que estão regulamentados por diplomas aprovados pela UE.

Em 2004 foi publicada regulamentação que abrange os direitos dos passageiros e os deveres das companhias aéreas em casos como o cancelamento de voos, atrasos ou recusa de embarque – overbooking.

Assim, para os voos cancelados dentro da União Europeia – ou seja um voo que parte da UE para outro destino ou de outro destino para a UE (sempre operados por uma companhia registada na UE), aplicam-se as regras comuns do Regulamento n.º 261/2004.

O passageiro deve ser compensado se o seu voo for cancelado com menos de 14 dias de antecedência, e nas seguintes situações:

. Problemas operacionais (erro no planeamento da tripulação)

. Problemas técnicos no avião (avaria na aeronave);

. Problemas de rotação da aeronave (voo chegou atrasado da rota anterior)

Para calcular o valor da compensação, é utilizada a distância percorrida pelo voo:

. Viagens até 1500 Km valem uma indemnização até 250€;

. Viagens entre os 1500 Km e os 3500 Km valem uma indemnização até 400€

. Para viagens de mais de 3500 Km a indemnização pode ir até aos 600€.

A empresa Skycop é especializada na defesa dos direitos dos passageiros. Parte dessa missão passa precisamente por alertar os viajantes para direitos que são desconhecidos do grande público.

Facto:

Os passageiros cujos voos tenham sido cancelados com menos de 14 dias de antecedência podem receber uma compensação até 600€

Mito:

Num cenário de voo cancelado todos os passageiros têm direito a uma indemnização.

Incorreto. A indemnização só terá lugar nos casos em que a companhia aérea é responsável.

Número:

900 milhões
Número de passageiros que passam anualmente nos aeroportos europeus

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.