André Ventura: “Faltam medicamentos em 94% dos hospitais"

De acordo com o Índex Nacional de Acesso ao Medicamento, publicado a 11 de novembro do último ano, a falta de medicamentos continua a ser problemática para grande parte dos hospitais portugueses. De 73% em 2022, a escassez passou a atingir 94% das unidades de cuidados de saúde.

De acordo com este documento, as rupturas não colocam necessariamente em causa o tratamento dos doentes. À Rádio Renascença, Xavier Barreto, presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH), explicou que, destes 94%, "cerca de 20% dizem que acontecem mensalmente e 36% semanalmente, portanto, temos mais hospitais a dizer que têm rupturas". No entanto, assegurou Barreto, "geralmente as rupturas são resolvidas ou com empréstimos entre hospitais ou com a adoção de um fármaco alternativo”.

Avaliação do Polígrafo: Verdadeiro

______________________________

André Ventura: "Portugal pagou 34 milhões de euros para um museu em Angola”

É verdade que o Governo português vai financiar com 34 milhões de euros a reabilitação e apetrechamento da Fortaleza de São Francisco do Penedo, em Luanda, e a sua conversão em Museu da Luta pela Liberação de Angola. De acordo com o portal oficial do Governo de Angola, "o valor a ser disponibilizado, a título extraordinário, resulta do Memorando de Entendimento para Apoio Directo ao Orçamento Geral da República de Angola", assinado a 10 de dezembro do ano passado em Luanda.

"Foram signatários do acordo o ministro das Relações Exteriores, Téte António, e o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, João Gomes Cravinho", explica-se ainda no portal.

Avaliação do Polígrafo: Verdadeiro

______________________________

André Ventura: "Vamos [Portugal] dar 400 e tal milhões para as ideologias de género"

No que diz respeito à igualdade de género - e não "ideologia de género" -, a proposta do Orçamento do Estado para 2024 realça que "o Governo prossegue a implementação dos três Planos de Ação no âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação", mais concretamente na "igualdade entre mulheres e homens", na "prevenção e combate à violência contra as mulheres e à violência doméstica" e no "combate à discriminação em razão da orientação sexual, identidade e expressão de género e características sexuais".

Para chegar ao valor de 426 milhões de euros, que está patente na Avaliação Prévia de Impacto de Género, foram questionadas 150 entidades que identificaram um total de 564 medidas assentes em "quatro desafios estratégicos", a saber: "Combater as alterações climáticas; Responder ao desafio demográfico; Construir a sociedade digital; Reduzir as desigualdades."

Segundo o OE2024, "na análise da informação reportada, verifica-se que mais de metade das medidas inscritas se reportam ao eixo 'Reduzir as desigualdades'". Porém, "estas medidas representam apenas 9,2% da dotação orçamental global".

Avaliação do Polígrafo: Verdadeiro, Mas...

______________________________

André Ventura: "Tornámo-nos na força parlamentar que mais propostas apresentou"

Líder do Chega apagou PAN da equação para se colocar em primeiro na lista de partidos que mais "trabalhou" na última legislatura. Na página do Parlamento, a 25 de julho, foi publicado um relatório de "balanço da atividade parlamentar desenvolvida pela Assembleia da República durante o período de 29 de março de 2022 a 20 de julho 2023" (pode consultar aqui), uma "síntese dos trabalhos da 1.ª Sessão Legislativa da XV Legislatura" que "contém informação sobre os aspetos mais relevantes da atividade do Parlamento".

De acordo com o relatório de balanço parlamentar até 20 de julho de 2023 (pode consultar aqui), "foram apresentadas 974 iniciativas legislativas e transitaram 9 iniciativas da Legislatura anterior". Chega e PAN foram os partidos que acumularam mais iniciativas, ambos com 169 no total. Além de ter o mesmo número de iniciativas, o partido liderado por Inês Sousa Real conseguiu oito aprovações em votação final global, ao passo que o partido de Ventura obteve zero, como o próprio admitiu.

Os dados referentes ao PAN são ocultados no discurso de Ventura, que difunde assim uma mensagem imprecisa e enganadora. Mais: os projetos de resolução constituem outro elemento de atividade legislativa a ter em conta. Neste, o PAN acumula 168 iniciativas (33 aprovadas), superando o Chega que totaliza 152 iniciativas (zero aprovadas).

Avaliação do Polígrafo: Impreciso

______________________________

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.