Pedido de verificação de João Ferreira: 

"Angela Merkel afirmou que Portugal tem licenciados a mais. É verdade?"

Em 2014, estava Portugal mergulhado numa crise profunda,  quando Angela Merkel decidiu apontar um caminho para o país sair do abismo. Segundo a chanceler alemã, Portugal teria licenciados a mais. A solução, segundo Merkel, não passava pelos bancos das universidades, mas pelo ensino vocacional. A sua premissa aplicar-se-ia sobretudo aos países do sul da Europa, todos a atravessarem uma crise profunda naquele momento.

Analisados os números do Eurostat, o gabinete de estatísticas da União Europeia, é possível tirar quatro conclusões:

  • Em Portugal há 25% da populacão entre os 25 e os 64 anos com formação superior. Esse valor situa-se abaixo da média europeia, que se cifra em 32,3%;
  • Na Europa a 28, apenas a Eslováquia (24,6%), a República Checa (24,3%, a Itália (19,3%) e a Roménia (17,8%) registam valores inferiores a Portugal;
  • O país que ocupa o topo da tabela é a Irlanda, com 46,9% da populace entre os 25 e os 64 anos com ensino superior;
  • A Alemanha de Merkel regista uma taxa de 29,1%.

Em resumo, afirmar que Portugal tem licenciados a mais é uma manifesta falsidade.

Avaliação do Polígrafo: Falso

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.