Tudo começou com um tweet publicado ao final da manhã de ontem, segunda-feira...

"Tomahock", aliás, João Pina, informático, 30 anos, a trabalhar numa startup tecnológica, anunciou que descobrira o criador do site do partido "Chega", liderado por André Ventura, o candidato derrotado do PSD à Câmara de Loures nas últimas autárquicas, mais conhecido pelos seus comentários enérgicos sobre futebol nos serões da CMTV.

Passada uma hora chegou a revelação:

O construtor do site do "Chega" - um partido que é visto como uma experiência potencialmente populista, que tem como bandeiras a reinstalação da prisão perpétua, a castração de pedófilos, o trabalho obrigatório nas prisões ou a proibição do casamento homossexual - é Hugo Gil, um dos mais conhecidos bloggers benfiquistas, envolvido no processo e-toupeira (em que não é arguido, mas em cuja investigação foi apanhado a pedir, via WhatsAppp, a Paulo Gonçalves, então diretor jurídico do Benfica, para verificar, junto da sua alegada "toupeira" no campus de justiça, os contornos de uma ação judicial que lhe fora interposta por um jornalista desportivo) e considerado um dos maiores protagonistas portugueses na disseminação de desinformação desportiva na internet, quer através do seu blogue (onde as suas publicações, que frequentemente se vêm a revelar falsas, chegam a ter mais de 100 mil partilhas), quer através da sua página no Facebook, onde tem cerca de 73 mil seguidores, quer, finalmente, como criador ou co-criador de outras páginas que propagam ou propagaram informação de credibilidade considerada duvidosa.

Para chegar ao nome de Hugo Gil, João Pina realizou um "tracking" do registo do site, procurando o chamado ID1, ou seja, a identidade do responsável pela criação da página. A pedido do Polígrafo, o informático desenhou manualmente num bloco de notas os passos que deu até chegar à informação final:

fake news
  • Primeiro passo:  verificar quem são os utilizadores do site que estão registados. É um processo razoavelmente simples: por default um site feito em WordPress dá essa possibilidade. Ao fazer essa consulta, João Pina encontrou o que se segue (deslizar para a esquerda para ver código completo):
[{"id":2,"name":"Andre Ventura","url":"","description":"","link":"http:\/\/chega.pt\/author\/andre-ventura\/","slug":"andre-ventura","avatar_urls":{"24":"http:\/\/1.gravatar.com\/avatar\/1f5cb7a50730637e6eba2a360f83dc6a?s=24&d=mm&r=g","48":"http:\/\/1.gravatar.com\/avatar\/1f5cb7a50730637e6eba2a360f83dc6a?s=48&d=mm&r=g","96":"http:\/\/1.gravatar.com\/avatar\/1f5cb7a50730637e6eba2a360f83dc6a?s=96&d=mm&r=g"},"meta":[],"_links":{"self":[{"href":"http:\/\/chega.pt\/wp-json\/wp\/v2\/users\/2"}],"collection":[{"href":"http:\/\/chega.pt\/wp-json\/wp\/v2\/users"}]}},{"id":1,"name":"Chega","url":"","description":"","link":"http:\/\/chega.pt\/author\/chega\/","slug":"chega","avatar_urls":{"24":"http:\/\/2.gravatar.com\/avatar\/bfea1a991e18b6429dd050498f75d020?s=24&d=mm&r=g","48":"http:\/\/2.gravatar.com\/avatar\/bfea1a991e18b6429dd050498f75d020?s=48&d=mm&r=g","96":"http:\/\/2.gravatar.com\/avatar\/bfea1a991e18b6429dd050498f75d020?s=96&d=mm&r=g"},"meta":[],"_links":{"self":[{"href":"http:\/\/chega.pt\/wp-json\/wp\/v2\/users\/1"}],"collection":[{"href":"http:\/\/chega.pt\/wp-json\/wp\/v2\/users"}]}}]

Através desta busca encontrou dois utilizadores: um chamado André Ventura; outro com o nome de "Chega". O utilizador "Chega" surge como ID1, o que quer dizer que foi o primeiro utilizador do site, logo, a pessoa que fez a instalação do Wordpress.

  • Passo seguinte: descobrir quem é o utilizador "Chega". O WordPress utiliza um serviço para ter um avatar dos utilizadores que é o Gravatar. O Gravatar para gerar endereços dos avatars que possam ser reutilizados em todos os sites usa a função de hashing MD5 do email. Foi então que chegou a este avatar:
Hugo Gil

Para quem acompanha as polémicas do futebol na internet, trata-se de uma imagem que não deixa lugar a dúvidas, dada a popularidade de Hugo Gil.

  • Passo número três: para quem não frequenta a enorme comunidade dos seguidores de blogues e páginas de Facebook vocacionadas para o futebol, é sempre possível utilizar a mesma técnica, verificando os utilizadores do site de Hugo Gil. Conclui-se que o Avatar do único utilizador do seu site tem o mesmo e-mail do utilizador "Chega" (deslizar para a esquerda para ver código completo):
[{"id":1,"name":"Hugo Gil","url":"","description":"","link":"https:\/\/hugogil.pt\/author\/hugo-gil\/","slug":"hugo-gil","avatar_urls":{"24":"https:\/\/secure.gravatar.com\/avatar\/bfea1a991e18b6429dd050498f75d020?s=24&d=mm&r=g","48":"https:\/\/secure.gravatar.com\/avatar\/bfea1a991e18b6429dd050498f75d020?s=48&d=mm&r=g","96":"https:\/\/secure.gravatar.com\/avatar\/bfea1a991e18b6429dd050498f75d020?s=96&d=mm&r=g"},"meta":[],"_links":{"self":[{"href":"https:\/\/hugogil.pt\/wp-json\/wp\/v2\/users\/1"}],"collection":[{"href":"https:\/\/hugogil.pt\/wp-json\/wp\/v2\/users"}]}}]
 

Contatado pelo Polígrafo, André Ventura confirma que Hugo Gil foi o criador da página. "O Hugo Gil é meu amigo e quando decidi criar o  'Chega' pedi ajuda a uns amigos porque não percebo nada de informática e o Hugo foi um deles." Entretanto, Hugo Gil ter-se-á afastado. "Agora é outra pessoa que faz a inserção dos conteúdos, o Hugo Gil já não tem responsabilidades a esse nível", garante o comentador da CMTV, que sublinha que não tem conhecimento de qualquer ligação de Hugo Gil à eventual propagação de desinformação na internet.

Hugo Gil
"O Hugo Gil é meu amigo e quando decidi criar o 'Chega' pedi ajuda a uns amigos porque não percebo nada de informática e o Hugo foi um deles", diz André Ventura.

O Polígrafo não conseguiu falar com Hugo Gil, mas este, em declarações ao Diário de Notícias, confirmou que colaborou na elaboração do site, embora negue qualquer ligação à produção de notícias falsas.