• Presidente da República já realizou mais de 50 viagens ao estrangeiro?

    Esta é uma publicação que começou a circular nas redes sociais já em 2019, o que explica os "três anos" de presidência de Marcelo Rebelo de Sousa, mas que voltou a ser partilhada depois da visita do chefe de Estado a Angola. Agora, cinco anos depois de assumir o cargo em Belém, o Polígrafo voltou a fazer as contas às viagens do Presidente da República ao estrangeiro. E já são quase uma centena.
  • Cristiano Ronaldo alguma vez afirmou que queria ter mais Bolas de Ouro do que Messi?

    Esta segunda-feira, Lionel Messi venceu a sétima Bola de Ouro da sua carreira. No entanto, nas redes sociais, um dos temas que tem dominado é a polémica entre Cristiano Ronaldo e o jornalista Pascal Ferré, da revista France Football, que organiza o prémio. O jornalista afirmou recentemente que o jogador português lhe confidenciara que quer deixar os relvados apenas quando tiver mais Bolas de Ouro do que Messi. Ronaldo desmentiu ontem que essa conversa tenha existido, bem como que essa seja a sua "única ambição". Tendo em conta que não são conhecidos registos desse diálogo é impossível verificar se Ronaldo afirmou o que o jornalista francês mencionou. Mas será que alguma vez disse, noutro contexto, que ambicionava ter mais galardões do que o jogador argentino?
  • Mandatário do RIR por Beja era também militante e dirigente do Chega?

    As trocas ou desfiliações de partido entre militantes são comuns, mas não é todos os dias que um cabeça de lista de um partido é, ao mesmo tempo, militante e dirigente de outro. Entre o Chega e o Reagir Incluir Reciclar (RIR) a história não é nova: se agora as duas forças políticas dividem um militante, já no início do ano foram as concelhias do Chega que apelaram ao voto em Tino de Rans. Verificação de factos.
  • Tabela mostra cronologia para o aparecimento de novas variantes da Covid-19?

    Está a ser divulgada nas redes sociais uma tabela com os nomes e símbolos das variantes do SARS-CoV-2 e um calendário que estabelece as respetivas datas de "lançamento". O conteúdo tornou-se viral após serem identificados os primeiros casos da nova variante Ómicron, detetada inicialmente na África do Sul. A lista atribuída à OMS e a outras organizações internacionais é verdadeira?
  • China é responsável por 27% das emissões anuais de gases com efeito de estufa ao nível mundial?

    Está a ser partilhado nas redes sociais um mapa com a suposta distribuição de emissões anuais de CO₂ ao nível mundial. Destaque para a China que acumula 27% das emissões, seguindo-se os EUA com 12%, a Índia com 6,6% e a União Europeia com 6,5%. Os dados são verdadeiros mas não se limitam às emissões de CO₂ (dióxido de carbono), englobando outros gases com efeito de estufa: metano e óxido nitroso.
  • Já foi aprovada a administração de seis doses da vacina da Pfizer em Portugal?

    A partir de um documento de atualização do Plano de Vacinação contra a Covid-19 captou-se uma imagem isolada que está a ser partilhada nas redes sociais como prova de que já foi aprovada a administração de seis doses da vacina da Pfizer em Portugal. "Este circo que andam a fazer acerca dos 'muitos casos', apesar de termos 90% de vacinação, é para vos convencer a tomar mais", denuncia-se.
  • Ferro Rodrigues tem direito a subvenção mensal vitalícia?

    No dia 17 de novembro, o atual presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, anunciou que não se recandidatará nas listas de deputados do PS nas próximas eleições legislativas. Quase instantaneamente surgiram várias publicações nas redes sociais destacando que terá direito a receber uma subvenção mensal vitalícia, como ex-político. Verdade ou falsidade?
  • Jerónimo de Sousa defende o SNS mas António Filipe é cliente de um hospital privado?

    Enquanto o secretário-geral do PCP garante que "o Serviço Nacional de Saúde faz melhor e mais barato", um deputado comunista aguarda para ser atendido no Hospital da Luz, do grupo privado Luz Saúde. Ou pelo menos assim se sugere num "post" que está a ser partilhado nas redes sociais, exibindo uma imagem de António Filipe na sala de espera do referido hospital privado. O Polígrafo esclarece.
  • "Black Friday" teve origem no comércio de escravos dos EUA?

    Todos os anos, nos dias que antecedem a "Black Friday", ou "sexta-feira negra" em Portugal, as publicações que alegam explicar a sua origem multiplicam-se nas redes sociais. Mas será mesmo verdade que este dia repleto de campanhas comerciais teve origem no comércio de escravos nos Estados Unidos da América?
  • Vão passar a ser cobradas portagens nas auto-estradas espanholas com ligação a Portugal?

    Segundo um texto que está a ser partilhado nas redes sociais, "todas as auto-estradas em Espanha vão ter portagens a partir de 2024, (…) incluindo as seguintes ligações a Portugal: Auto-estrada A5 com ligação a Portugal na zona de Elvas; Auto-estrada A52 que faz ligação a Portugal a partir de Valença; Auto-estrada A62 com passagem na fronteira de Vilar Formoso; Auto-estrada A49 que liga a Portugal nas proximidades de Vila Real de Santo António".
  • Imagem viral de incêndio num laboratório da Pfizer em Madrid é autêntica?

    Está a circular nas redes sociais e garante-se que retrata um laboratório da Pfizer em chamas, na cidade de Madrid, Espanha. Movimentos negacionistas da pandemia de Covid-19 e anti-vacinas exploram o sucedido para alimentar dúvidas e receios, indicando que se tratou de um laboratório onde são produzidas as vacinas da empresa farmacêutica norte-americana.
  • Médico alemão escreveu "carta de suicídio" denunciando "genocídio" e "crime" das vacinas Covid-19?

    Thomas Jendges, com 55 anos de idade, diretor de um hospital em Chemnitz, Alemanha, faleceu no dia 2 de novembro. Os indícios recolhidos apontam para um provável suicídio. Entretanto começou a ser difundido nas redes sociais o rumor de que terá escrito uma "carta de suicídio" com a seguinte denúncia: "Não posso mais conviver com as mentiras aos cidadãos e aos pacientes de que as picadas [vacinas] são inofensivas, é um genocídio!"

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.