• Rússia acaba de revelar nova arma nuclear "Satã 2" capaz de "destruir tudo o que respira no mundo"?

    Em várias publicações nas redes sociais destaca-se que a Federação Russa, liderada por Vladimir Putin, logo nos primeiros dias da invasão da Ucrânia, terá revelado uma nova arma nuclear, denominada como "Satã 2", capaz de "destruir tudo o que respira no mundo". Em alguns casos salienta-se que o "míssil nuclear de combustível líquido" poderá ser utilizado se a NATO interferir na guerra em curso.
  • Banksy criou esta imagem sobre Vladimir Putin e a Ucrânia?

    Em cima, vê-se o presidente russo a segurar um alfinete em frente a um balão com as cores da bandeira ucraniana; em baixo, Putin "rebenta" e o balão permanece intacto. A imagem tornou-se viral nas redes sociais e muitos atribuem a autoria ao artista britânico Banksy. Confirma-se?
  • Vídeo mostra "refugiado da Ucrânia" a agredir homem num comboio em Itália?

    Através do Twitter, o atual diretor da agência espacial russa, Dmitry Rogozin, partilhou uma gravação que mostra um homem a agredir outro dentro de um comboio. "'Refugiado' da Ucrânia explica aos italianos quem é o chefe da casa", lê-se na legenda que o ex-vice-primeiro-ministro da Federação Russa escolheu para ilustrar a gravação. Verificação de factos.
  • Um "sniper" canadiano morreu "20 minutos" depois de chegar à Ucrânia para combater?

    Nos últimos dias, várias publicações nas redes sociais e até alguns órgãos de comunicação internacionais deram conta da morte de "Wali", o famoso "sniper" canadiano que se voluntariou para ir até à Ucrânia combater contra o exército russo. Segundo um utilizador no Facebook, o franco-atirador "durou 20 minutos" no campo de batalha. A informação é verdadeira?
  • Governo da Ucrânia só concede ajuda financeira aos vacinados contra a Covid-19?

    "No vax, no food", ou "sem vacina, sem comida", em tradução livre para português, tem sido uma frase amplamente partilhada no Twitter a propósito de um discurso do primeiro-ministro ucraniano. De acordo com as publicações nas redes sociais, Denys Shmyhal terá anunciado um plano de apoio para os cidadãos afetados pela guerra, mas apenas para quem está vacinado contra a Covid-19 e tem o certificado digital. Confirma-se?
  • Três astronautas russos vestiram fatos azuis e amarelos para apoiar a Ucrânia?

    A fotografia de três astronautas russos vestidos com um equipamento azul e amarelo tem circulado nas redes sociais. Muitos internautas partilham a fotografia e garantem que se trata de um gesto de apoio à Ucrânia. No entanto, a verdade é que os fatos são usados há vários anos e a agência espacial russa esclarece: "Às vezes amarelo é só amarelo."
  • Este vídeo que mostra um tanque ucraniano a galgar barricada em Mariupol é recente?

    Partilhado nas redes sociais como se tivesse sido filmado durante a presente guerra contra a Rússia, o vídeo mostra um tanque ucraniano a avançar contra uma barricada montada numa rua de Mariupol, passando por cima da mesma e quase atropelando um civil que lançava pedras contra o veículo blindado que seguia a grande velocidade. As imagens são impressionantes, mas terão sido mesmo captadas recentemente?
  • São reais estas imagens de mísseis ucranianos a destruírem tanques russos, na guerra em curso?

    Criado nos EUA, o "Javelin" é um dos mísseis anti-tanque portáteis mais sofisticados do mundo. Há registo de que têm sido utilizados na guerra da Ucrânia e, aliás, as forças militares da Rússia divulgaram imagens de um conjunto desses mísseis que terão apreendido. Entretanto apareceu nas redes sociais um vídeo que, supostamente, mostra vários tanques e outros veículos militares russos a serem atingidos por mísseis "Javelin", lançados por soldados ucranianos, na guerra em curso. O Polígrafo verifica.
  • Este vídeo mostra tropas russas a manobrar lança-granadas dos "tempos soviéticos" que falha disparo?

    "Soldados russos a utilizarem armas que estavam guardadas no armário desde os tempos soviéticos", descreve-se nas partilhas do vídeo, entre o TikTok, Facebook e Twitter. As imagens retratam soldados (não identificados) a manobrar um lança-granadas, mas o disparo falha e começam a fugir para se abrigarem da explosão que também acaba por não ocorrer. Ouvem-se mesmo alguns risos... Verdeiro ou falso?
  • Este vídeo revela participação de soldados norte-americanos na guerra da Ucrânia?

    As imagens mostram o que parece ser um batalhão de paraquedistas do Exército dos Estados Unidos da América (EUA) em viagem numa aeronave de transporte militar. Até aos "céus da Ucrânia", onde as tropas são lançadas para se juntarem às forças militares ucranianas na presente guerra contra a Rússia. Ou assim se descreve no vídeo que está a ser partilhado nas redes sociais. Verdadeiro ou falso?
  • Soldados ucranianos morreram na Ilha das Serpentes após recusarem render-se às tropas russas?

    De acordo com várias publicações nas redes sociais, os 13 soldados ucranianos que defendiam a Ilha das Serpentes, no Mar Negro, terão sido mortos pelos russos, depois de terem protagonizado um ato de resistência que já é considerado histórico na guerra da Ucrânia. Confrontados por militares russos e aconselhados a renderem-se, os ucranianos terão respondido: "Vão-se lixar!" Confirma-se que os 13 resistentes perderam a vida?
  • Este vídeo em que Zelensky pede aos ucranianos que se rendam é autêntico?

    A voz parece ser a do Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, sincronizada com o movimento dos lábios nas imagens. Pede aos militares e civis ucranianos que baixem as armas e se rendam aos invasores russos. Foi difundido nas redes sociais e, através de pirataria informática, chegou a ser transmitido numa estação de televisão ucraniana. Mas trata-se de um vídeo "deepfake", com imagens e sons manipulados.
  • Freguesia de Carcavelos e Parede: PCP votou contra condenação da invasão da Ucrânia?

    Em causa está uma moção apresentada pelo Iniciativa Liberal na Assembleia de Freguesia de Carcavelos e Parede (AFCP), a 10 de março, pugnando por uma "condenação da invasão da Ucrânia pela Rússia de Vladimir Putin". Nas redes sociais destaca-se que o PCP terá sido o único partido a votar contra, isolado. O Polígrafo questionou Luís Beirão, representante único dos comunistas na AFCP, sobre esta matéria.
  • Fotografia que mostra uma multidão na estação ferroviária de Kharkiv é atual?

    A fotografia tornou-se viral nos últimos dias, tanto a cores como a preto e branco, e mostra uma vasta multidão numa estação ferroviária. "Parece uma foto tirada da II Guerra Mundial", referem os internautas que têm partilhado a imagem. No entanto, acrescentam as publicações, o registo será de março deste ano e terá sido captado em Kharkiv, na Ucrânia.
  • CNN noticiou que a invasão da Ucrânia está a provocar casos de miocardite?

    Uma suposta captura de ecrã da CNN, que tem sido partilhada nas redes sociais, associa a invasão russa da Ucrânia ao aumento de casos de miocardite. Na imagem aparece o jornalista norte-americano Anderson Cooper e no rodapé a frase: "Invasão da Ucrânia causa miocardite". Na realidade, a imagem foi manipulada e retirada de um site satírico.