"A Worten vendeu um número recorde de produtos Dyson, portanto 100 unidades Dyson Supersonic são distribuídas a um preço de stock de 1,99 euros", pode ler-se em múltiplas publicações divulgadas e patrocinadas no Facebook. As fotografias ilustram supostos clientes com os recibos de compra do dito secador que terá sido vendido pela quantia módica de 1,99 euros.

Será verdade?

Não. Além da mensagem, é partilhada uma hiperligação que remete para um website (classificado como não seguro pela maioria dos browsers) com um questionário e pedidos de partilha.

O questionário online conta com três perguntas de escolha múltipla, para "obter um secador de cabelo supersónico Dyson": "Você é de Portugal?", "Como você soube dos produtos Dyson?" e "Você confia nos produtos adquiridos na Worten?".

Independentemente das respostas, o participante tem sempre acesso a uma espécie de "sorteio". Contudo, mesmo que não acerte à primeira, acaba sempre por arrecadar o prémio à segunda tentativa. É nessa altura que a burla se torna mais evidente, na medida em que é pedido ao vencedor o respetivo número de telemóvel, morada, e número de cartão de crédito.

Contactada pelo Polígrafo, a Worten esclarece que "não tem qualquer ligação às páginas identificadas e, por conseguinte, os descontos apresentados são falsos" e não são oferecidos pela Worten. A situação já terá sido identificada internamente, "estando o tema a ser tratado pelas respetivas equipas, com vista a eliminar toda a presença do nome e imagem da Worten nestas páginas".

"Estamos a falar de uma situação verdadeiramente lamentável, pois estas páginas não se coíbem de usar indevidamente o nome da Worten, podendo, inclusive, estar a causar danos junto das pessoas que se deixam influenciar pelo teor das mesmas", sublinham.

A cadeia de lojas de eletrodomésticos e tecnologia relembra que "a única forma de comprar na Worten, para desfrutar de descontos e promoções, é através do site oficial ou nas perto de 200 lojas físicas existentes em todo o país".

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Pimenta na Língua
International Fact-Checking Network