É um vídeo com origem no TikTok e que está ser partilhado no Facebook desde o dia 2 de fevereiro e que conta já com milhares de visualizações, parecendo mostrar o cenário que se tem vivido em supermercados do Luxemburgo – que estarão “vazios”, ou seja, com uma quantidade reduzida de produtos alimentares à venda.

A publicação não fornece mais explicações sobre as razões que estarão por detrás desta alegada situação – embora se oiça o responsável pela gravação a dizer que “é tudo culpa dos franceses”. E concluiu o raciocínio: “Vamos passar muita fome neste mundo.”

Perante isto, há que verificar: este vídeo retrata uma situação real (e atual) em supermercados no Luxemburgo?

Desde logo importa notar que o vídeo terá sido primeiramente partilhado, a 1 de fevereiro, na rede social TikTok, pelo utilizador “hardbe10”, segundo dá conta a marca de água evidente nas imagens analisadas. Nas hashtags que acompanham a publicação indica-se que a situação estará relacionada com os protestos recentes levados a cabo pelos agricultores em França - à semelhança do que tem acontecido em vários outros países europeus, incluindo Portugal.

Apesar de não ser possível comprovar a atualidade das imagens captadas, facto é que ocorrências semelhantes foram notícia nos meios de comunicação locais. Segundo informou a emissora pública RTL nesse mesmo dia, registaram-se situações de “escassez em supermercados no Luxemburgo devido aos protestos dos agricultores nas fronteiras”.

Algo que fez com que os consumidores “que procuravam legumes frescos, fruta ou produtos lácteos” tivessem ficado “de mãos a abanar, depois de as manifestações nos países vizinhos terem bloqueado o trânsito nas principais estradas” durante essa semana.

A mesma fonte revelou ainda que, de facto, a cadeia de retalho alemã Lidl foi uma das afetadas por essa “grande escassez de alimentos frescos” nas prateleiras, comunicou o porta-voz da empresa. Tudo porque os supermercados da marca no Luxemburgo são “abastecidos pelos centros de distribuição belgas da empresa” e, uma vez que “os camiões de abastecimento não puderam fazer as suas entregas”, ficou comprometida a oferta deste tipo de produtos ao consumidor.

Assim, concluímos ser verdadeiro que, tal como nos mostra o vídeo aqui analisado, se registaram recentemente falhas no abastecimento de alimentos em supermercados (nomeadamente da empresa Lidl) no Luxemburgo.

____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.