“Vulcão La Palma: Novas evacuações devido à lava vermelha quente que ameaça engolir centenas de casas. Mais de 700 residentes foram ordenados a deixar as suas casas na terça-feira devido ao avanço do fluxo de lava na região de Los Llanos Aridane da ilha”, começa a descrição do vídeo partilhado no Facebook, a 12 de outubro. O vídeo, que reúne várias filmagens, tornou-se viral e conta com mais de 80 mil visualizações, tendo sido também replicado noutras páginas.

A sequência de 1 minuto e 40 segundos mostra rios de lava a cair no mar e fluxos de magma a deslizar sobre o solo. O mesmo vídeo tem sido partilhado noutras páginas de Facebook e Twitter, desde 8 de outubro.

A 19 de setembro de 2021, o vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, entrou em erupção, obrigou à retirada de cerca de 6.000 habitantes e destruiu mais de 1.400 edifícios. A lava percorreu seis quilómetros e chegou ao mar na madrugada de 29 de setembro. La Palma não tinha registado um episódio eruptivo desde 1971.

Mas será que o vídeo corresponde a esse momento?

Não. O vídeo é autêntico, mas não é atual. No canto superior direito do vídeo está um logótipo com o nome “Aurora Borealis Observatory”. Através de uma pesquisa por essa designação no Facebook, encontra-se uma página que publicou o mesmo vídeo a 13 de maio de 2018, acompanhado pela legenda “Condições loucas no Havai - A lava é bastante impressionante de observar, mas também pode ser muito perigosa”.

Uma pesquisa feita pela Agence France Presse (AFP), através da "InVid-Verify", uma ferramenta que permite encontrar o mesmo vídeo ou imagem em vários sites, revelou que o vídeo em causa é composto por várias sequências relacionadas com o Havai.

O primeiro, que mostra um jato de lava a cair verticalmente no mar, foi encontrado num vídeo do YouTube publicado a 3 de fevereiro de 2013, intitulado “Imagens incríveis de lava a entrar no oceano” e inclui a hashtag “Hawaii”.

Outros clipes foram partilhados em janeiro e março de 2017 na página de Facebook “Big Island Flow”, também ligados a notícias e imagens do Havai. No entanto, a maioria dos vídeos, publicados entre junho de 2016 e janeiro de 2017, foi encontrada num perfil do Facebook chamado “EpicLava”, uma conta dedicada à promoção de viagens para observar erupções vulcânicas e fluxos de magma na ilha.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Assina a Pinóquio

Fica a par de todos os fact-checks com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Recebe os nossos alertas

Subscreve as notificações do Polígrafo e recebe todos os nossos fact-checks no momento!

Em nome da verdade

Segue o Polígrafo nas redes sociais. Pesquisa #jornalpoligrafo para encontrares as nossas publicações.
Pimenta na Língua
International Fact-Checking Network