O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Vídeo mostra atores palestinianos a serem maquilhados para encenarem imagens violentas de ataque em Rafah?

Geração V
O que está em causa?
Um vídeo partilhado na rede social X mostra o que parece ser um grupo de atores a serem maquilhados para fingir ferimentos. A publicação é acompanhada de uma legenda que alega que os “atores de Rafah" se estão a preparar para encenar "imagens perturbadoras". Confirma-se?

Com a ameaça constante de um ataque israelita de larga escala a Rafah, na Palestina, têm-se multiplicado as publicações a relatar a atual situação vivida pelos habitantes no sul da Faixa de Gaza. Contudo, nem todas correspondem à realidade.

É o caso de um vídeo partilhado na rede social X, no dia 6 de maio, em que se observa um conjunto de atores a serem maquilhados, aparentemente num cemitério, de forma a exibirem queimaduras e ferimentos cobertos de sangue.

“Os atores de Rafah estão a preparar-se e em breve poderemos testemunhar imagens perturbadoras de Rafah“, destaca o tweet acompanhado de um vídeo com menos de um minuto.

No vídeo vê-se um desses atores com as roupas rasgadas, enquanto outro se encontra envolto num saco utilizado para transportar cadáveres. Os autores da publicação insinuam que estas imagens servirão para encenar falsas vítimas de ataques realizados contra Rafah com o objetivo de manipular a opinião pública contra o regime de Israel.

O Polígrafo identificou a conta onde o vídeo foi publicado originalmente e verificou que esta acusa continuamente a Palestina de encenar e manipular imagens violentas de forma a culpabilizar Israel. A legenda original dizia apenas “Hopa Gaza style” (trocadilho com a famosa canção sul-coreana “Gangnam Style”).

Mas as imagens correspondem na verdade à preparação do segundo episódio da série televisiva palestiniana “Nazeef Alturaab” (O sangrar do solo, em tradução livre), que estreou no dia 11 de março, como se verifica no vídeo publicado no YouTube pelo realizador da série “Bashar Al-Najjar” em que são relatados os preparativos nos bastidores para as gravações.

A série está disponível na mesma plataforma e o episódio em causa foi publicado há dois meses. A partir do minuto 22, verifica-se o mesmo cenário e intérpretes do vídeo partilhado no X, comprovando que se trata de uma manipulação.

Assim, é falso que o vídeo partilhado nesta publicação mostre uma encenação de vítimas falsas num ataque israelita a Gaza.

_______________________________

Geração V

Este artigo foi desenvolvido pelo Polígrafo no âmbito do projeto “Geração V – em nome da Verdade”, uma rede nacional de jovens fact-checkers. O projeto foi concretizado em parceria com a Fundação Porticus, que o financia. Os dados, informações ou pontos de vista expressos neste âmbito, são da responsabilidade dos autores, pessoas entrevistadas, editores e do próprio Polígrafo enquanto coordenador do projeto.

*Texto editado por Marta Ferreira.

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque