clip, com cerca de dois minutos, tem sido amplamente partilhado no Whatsapp nas últimas semanas e é acompanhado por relatos de troça e até de algum choque. Nas imagens, é possível ver várias atletas a competir em diversas modalidades desportivas femininas. Contudo, o corpo das mulheres é censurado por marcas e asteriscos. "Ver os Jogos Olímpicos na Arábia Saudita é uma delícia", pode ler-se no topo do vídeo.

Será verdade?

Não. De acordo com um fact-check realizado pelo France 24, o vídeo terá tido origem numa notícia satírica do programa "OnTen", transmitido no canal de língua persa "Voice of America". Tem sido largamente partilhado desde 2013, em várias línguas, e é normalmente atribuído ao Irão.

No programa, partilhado no canal de Youtube em 2013 e com a legenda "Mulheres e o Desporto", os apresentadores discutem a censura no desporto. No segundo '50, sugerem a utilização de retângulos para cobrir os corpos de lutadores do sexo masculino para que as mulheres possam assistir. De seguida, mostram mulheres a competir em eventos de ginástica, atletismo e mergulho, com retângulos e asteriscos a cobrirem quase na íntegra o corpo das atletas. "É assim que se resolve o problema de exibir desportos femininos na televisão", conclui o apresentador.

No Irão, os desportos praticados por mulheres não costumam sequer ser transmitidos na televisão.

Não é a primeira vez que circulam vídeos deste teor. O jornal de fact-checking Maldita.es desmentiu um clip semelhante, em outubro de 2019, supostamente veiculado por um canal iraniano. Nesse artigo, a embaixada do Irão em Espanha negou que o vídeo pertencesse à televisão estatal iraniana e que tivesse "sido transmitido por algum canal de televisão da República Islâmica do Irão. Totalmente falso".

Também o site Truth or Fiction desmentiu estas imagens em 2019 quando circularam como uma retransmissão dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, transmitida na Arábia Saudita e no Irão. Já em 2016, circularam vídeos semelhantes verificados pelo Snopes e classificados como informação falsa.

__________________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network