Um clip de vídeo com cerca de 12 segundos de duração tem sido amplamente partilhado nos últimos dias em várias redes sociais, mas a maioria das publicações data de 24 de fevereiro, dia em que a Rússia invadiu a Ucrânia. "Explosões na cidade de Mariupol iluminam o céu da Ucrânia. Jatos russos estão lançando bombas sobre o país europeu. A população tenta proteger-se dentro das suas casas", descreve-se num dos posts com o vídeo em causa.

Este vídeo é autêntico e a descrição corresponde à realidade

Não. Na realidade, as imagens deste vídeo não são recentes, nem retratam qualquer ação militar da Rússia contra a Ucrânia.

De acordo com várias plataformas de verificação de factos - Maldita, Lead Stories, Agência Lupa, etc. -, estas imagens circulam no TikTok pelo menos desde 29 de janeiro de 2022.

Na legenda do vídeo original indica-se que "um raio atingiu uma central elétrica" (tradução livre a partir da língua russa) e, aos sete segundos da gravação, é mesmo visível um raio a atingir um dos prédios. Logo depois surge um clarão laranja e há um corte de energia.

Contudo, não é possível confirmar se a gravação foi feita no dia 29 de janeiro ou antes dessa data, nem a localização exata da mesma.

Não é a primeira vez que o Polígrafo sinaliza vídeos erradamente atribuídos à guerra em curso na Ucrânia. Por exemplo, uma filmagem captada na Turquia, em 2016, foi difundida no Twitter como sendo um recente bombardeamento na Ucrânia.

___________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.