vídeo tem apenas 40 segundos e foi visto e partilhado milhões de vezes. Nele, surge o conhecido apresentador de televisão norte-americano Jimmy Kimmel a introduzir um bloco de imagens que mostra o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, a transportar caixotes com equipamento de proteção individual, de uma carrinha para a porta de uma clínica, naquilo que parece ser uma ação de solidariedade num período em que os Estados Unidos estão quase a chegar aos 100 mil mortos pela Covid-19.

Problema: o apresentador garante que estamos perante uma ação de propaganda vazia. Segundo Kimmel, Pence admite no vídeo que dentro das embalagens não segue qualquer equipamento. Alegadamente, o número 2 de Trump na Casa Branca, por não ter percebido  que o microfone da câmara de televisão estaria ligado, perguntou: "Posso levar os caixotes vazios só para as câmaras?", depois de ter sido informado por um presente que algumas caixas na carrinha não tinham conteúdo.

O vídeo rapidamente se tornou viral no Facebook, no Twitter, e até na rede social chinesa Weibo. No entanto, é falso que Mike Pence tenha protagonizado a encenação em causa diante dos jornalistas com o objetivo de ficar bem visto perante a opinião pública. Disto mesmo dá conta a plataforma de verificação de factos da agência de notícias Agence France-Presse.

A rede de televisão norte-americana C-Span partilhou na íntegra as imagens da ação do governante, no dia 7 de maio. Na legenda pode ler-se: "O vice-presidente Mike Pence entregou equipamento de proteção individual da Agência Federal de Gestão de Emergências ao Woodbine Rehabilitation and Healthcare Center em Alexandria, Virginia."

Entre os minutos 07:58 e 09:03, é possível comprovar que o republicano, depois de entregar algumas embalagens à porta da clínica, volta para a carrinha para pegar noutras e, perante um esforço físico visível para aguentar o peso dos caixotes, um homem que está ao lado de Pence diz-lhe "aquelas estão vazias, senhor", ao que o vice de Trump responde: "Bom, posso levar as vazias? Só para a câmara?" Depois da troca de palavras, ouvem-se ambos a soltar uma gargalhada. Por um lado, é óbvio que as caixas tinham conteúdo, porque estavam pesadas. Por outro, também é claro que o diálogo foi uma brincadeira, precisamente por Pence ter mostrado alguma dificuldade em pegar nas embalagens.

Alguns dias depois, Jimmy Kimmel acabou por reconhecer o erro e publicou um pedido de desculpas na sua conta pessoal do Facebook, reconhecendo que o vídeo completo mostra que Pence "estava a brincar sobre transportar caixas vazias". O apresentador também se penalizou no seu programa, transmitido no canal ABC.

Em conclusão, é falso que o vice-presidente dos Estados Unidos tenha entregado caixas de equipamento de proteção individual vazias a uma clínica no estado da Virginia apenas para ficar bem visto perante a opinião pública. O que aconteceu foi que o apresentador Jimmy Kimmel interpretou mal uma brincadeira de Mike Pence e acabou por partilhar o momento, atribuindo-lhe um significado que não teve. Na realidade, as caixas estavam cheias e a entrega de material médico por parte do governante foi autêntica.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network