Marcelo Rebelo de Sousa na liderança com 58,5% das intenções de voto, seguindo-se André Ventura com 20,3% e Ana Gomes com 8,8%. Eis os supostos resultados de uma sondagem para as eleições presidenciais, identificada como "barómetro de fevereiro Intercampus" (embora estejamos em janeiro).

"André Ventura na segunda volta" e "segunda volta à vista", destaca-se na publicação, datada de 17 de janeiro de 2021.

Confirma-se que Ventura está a caminho de segunda volta nas presidenciais com 20,3% das intenções de voto?

O facto é que não encontramos registo de qualquer sondagem recente que atribua 20,3% das intenções de voto nas eleições presidenciais ao candidato André Ventura, deputado único e líder do partido Chega.

No mais recente barómetro da Intercampus referente às eleições presidenciais, divulgado no dia 9 de janeiro de 2021, Rebelo de Sousa lidera com 59,3% das intenções de voto, seguindo-se Ventura e Gomes empatados na segunda posição com 9,5%.

Será um equívoco da parte do autor da publicação e trata-se afinal do barómetro da Intercampus de fevereiro de 2020?

Não, pois nessa altura Rebelo de Sousa também liderava com 58,5% das intenções de votos, seguindo-se Ventura com 9,3% e Gomes com 8,8%.

Tendo em conta que as percentagens de Rebelo de Sousa e Gomes correspondem à sondagem de fevereiro de 2020, podemos concluir que a publicação em causa adultera o resultado de Ventura, extrapolado para mais do dobro (de 9,3% para 20,3%).

Por outro lado, importa também referir que os putativos 20,3% de Ventura não resultariam na disputa de uma segunda volta das eleições presidenciais, na medida em que Rebelo de Sousa obteria 58,3%, muito acima dos 50% (mais um voto) necessários para vencer as eleições presidenciais logo na primeira volta, independentemente das percentagens obtidas pelos adversários.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Pimenta na Língua
International Fact-Checking Network