As imagens são chocantes. Dois homens estão a conversar numa estação de comboios quando, subitamente, o que parece ser uma descarga elétrica atinge um deles que cai inanimado na linha de comboio. É a partir desse vídeo, partilhado viralmente nas redes sociais, que se lança o alerta:

"Aviso sério! Por favor, não use fones de ouvido bluetooth perto de cabos elétricos de alta tensão e instalações como plataformas ferroviárias. A corrente elétrica do cabo pode conectar-se com com o fone de ouvido ativado pela rede atingindo diretamente o cérebro. Que o bom Deus nos proteja sempre, Amém!"

Utilizar auscultadores com bluetooth em estação de comboios pode provocar descarga elétrica fatal?

Questionado pelo Polígrafo sobre esta matéria, Luís Correia, professor do Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores do Instituto Superior Técnico, garante que "não existe risco".

"As frequências são radicalmente diferentes. A frequência com que é feita a alimentação de energia dos comboios, através das catenárias, é uma frequência de 50 hertz que é completamente diferente das frequências que são utilizadas na ligação dos auriculares com os telefones", explica.

"As ondas eletromagnéticas que se propagam nesses cabos são muito intensas nos cabos, mas atenuam-se rapidamente quando nos afastamos dos cabos e por isso é que as pessoas podem andar numa plataforma de comboios", assegura.

  • Os auscultadores sem fios "estão a cozinhar o teu cérebro com micro-ondas", alerta-se no Instagram

    Em causa está a suposta emissão de altos níveis de radiação próximo do cérebro. Num vídeo difundido no Instagram, um "influenciador" de "auto-ajuda" e "microdosagem" (entre outros serviços e produtos) explica por que razão "nunca mais" vai utilizar "AirPods" (o modelo mais conhecido de auscultadores sem fios). "A resposta é bastante simples, porque os AirPods estão essencialmente a cozinhar o teu cérebro com micro-ondas", denuncia. Tem fundamento?

Quanto ao vídeo em causa, retrata um acidente ocorrido a 7 de dezembro de 2022 na Índia.

Tal como noticiou o jornal "India Today" na altura, a vítima dava pelo nome de Sujan Singh Sardar e era funcionário de uma empresa de transporte ferroviário. Sardar foi atingido por um cabo de alta voltagem que se quebrou e o atingiu na cabeça. O momento foi captado por câmaras de videovigilância da estação de comboios.

O homem foi socorrido e levado para o hospital de Kharagpur com queimaduras causadas pelo choque elétrico.

O jornal "Indian Express" informou que a vítima foi atingida após dois cabos entrarem em contacto com outro elemento, fazendo com que um deles quebrasse. Na sequência do acidente foi aberta uma investigação. Nas notícias divulgadas não há nada que indique que Sardar estivesse a utilizar auscultadores.

_____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.