O primeiro jornal português
de Fact-Checking

União Europeia adiou mudança para a hora de Verão devido ao Ramadão?

União Europeia
O que está em causa?
Na semana da troca prevista da hora de Inverno pela de Verão, algumas contas nas redes sociais garantiam que tal não se verificaria para não interferir com os muçulmanos que jejuam na Europa. Mas a mudança de hora aconteceu mesmo.
© Shutterstock

A captura de imagem do que aparenta ser uma notícia, em formato digital, é partilhada por uma conta de Facebook de forma a veicular o respetivo conteúdo: “Notícia de última hora: A UE suspende a mudança da hora até depois do Ramadão.”

Por consideração para com os muçulmanos, a mudança da hora para a hora de Verão só terá lugar depois do Ramadão. Isto significa que as pessoas que jejuam podem comer uma hora mais cedo.” [versão traduzida]

Outra conta, agora do TikTok e com o recurso a uma animação em formato de vídeo, aponta no mesmo exato sentido.

O Ramadão – período que decorre durante todo o 9.º mês do calendário muçulmano (que é móvel) e em que, entre outras inibições, os fiéis do islamismo não comem desde que o Sol nasce até que se ponha – iniciou-se este ano a 10 de março e coincide, apenas pela terceira vez nos últimos 30 anos, com a mudança de hora (Inverno/Verão) na Europa.

Recorde-se que todos os Estados-membros da UE avançam os seus relógios uma hora na madrugada do último domingo do mês de março, uma medida consagrada legislativamente (em janeiro de 2001).

A Comissão Europeia, contactada pela AFP Fact-Check logo quando foram feitas as publicações, desmentiu de imediato a informação divulgada nessas contas das redes sociais, considerando-a “absurda”. 

E qual a origem da suposta notícia que suportava a informação divulgada na conta de Facebook?

A pesquisa reversa de imagens, também realizada pela AFP, permite identificar a fonte daquela informação: o “noktara.de”, um site alemão assumidamente satírico, ou seja, que usa o humor e a ficção para fazer a sua crítica política e social.

A mudança para a chamada hora de Verão concretizou-se mesmo na madrugada do último domingo nos países da UE, com o avanço do relógio em 60 minutos.

__________________________________

UE

Este artigo foi desenvolvido pelo Polígrafo no âmbito do projeto “EUROPA”. O projeto foi cofinanciado pela União Europeia no âmbito do programa de subvenções do Parlamento Europeu no domínio da comunicação. O Parlamento Europeu não foi associado à sua preparação e não é de modo algum responsável pelos dados, informações ou pontos de vista expressos no contexto do projeto, nem está por eles vinculado, cabendo a responsabilidade dos mesmos, nos termos do direito aplicável, unicamente aos autores, às pessoas entrevistadas, aos editores ou aos difusores do programa. O Parlamento Europeu não pode, além disso, ser considerado responsável pelos prejuízos, diretos ou indiretos, que a realização do projeto possa causar.

__________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Fact checks mais recentes