É uma suposta distinção recorrentemente evocada por Donald Trump ao longo dos últimos anos, desde que assumiu o cargo de presidente dos Estados Unidos da América (EUA) em 2016. O empresário e magnata tem dito em várias ocasiões que terá sido agraciado com o galardão de "Homem do Ano" pelo Estado do Michigan.

“O Michigan é uma das razões pelas quais concorri [à Casa Branca]. Fui homenageado pelo Estado muito antes de pensar em candidatar-me - recebi o prémio de 'Homem do Ano' num grande evento”, contou, por exemplo, durante um encontro com o governadores do Kansas e do Arkansas, em declarações registadas na página oficial da Casa Branca.

De acordo com o relato de Trump, essa distinção ocorreu “possivelmente cinco ou seis anos” antes da sua candidatura presidencial e, no discurso de agradecimento, terá alertado para as dificuldades da indústria automóvel sediada no Michigan no âmbito da competição com o México, para onde foram deslocalizadas muitas fábricas.

Esta história tem sustentação factual?

De acordo com um artigo da "Snopes", plataforma norte-americana de fact-checking, Trump tem falado várias vezes sobre este galardão, destacando-o como um momento importante das suas conquistas pessoais. Num comício realizado em 2019 no New Hampshire, por exemplo, até descreveu como foi surpreendido pela homenagem: “Nem eu próprio entendi, mas fui nomeado como o 'Homem do Ano'”.

Em 2016, o site "The Huffington Post" já tinha procurado por um registo desse prémio, não tendo encontrado qualquer evidência da existência do mesmo. No arquivo da página de Trump no Twitter também não há qualquer referência ao prémio.

O nome do atual Presidente dos EUA também não consta da lista de "Cidadãos do Ano do Michigan", prémio atribuído pelo jornal "The Detroit News" exclusivamente a pessoas nascidas nesse Estado. Trump nasceu em Nova Iorque, pelo que nem sequer poderia receber tal prémio.

Em declarações prestadas à CNN em 2019, o ex-congressista republicano Dave Trott revelou ter sido ele a convidar Trump para o "grande evento" - um jantar - que está na origem da história contada pelo atual presidente dos EUA. No entanto, Trott assegurou que não foi entregue nenhum prémio ao empresário durante esse jantar. Trata-se de uma história falsa.

___________________________

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network