Trump disse que vai ganhar [as eleições presidenciais dos EUA] a menos que os democratas façam batota. Depois, porque Obama espiou a sua campanha,  deve conseguir repetir os primeiros quatro anos. Doze anos de Trump”, lê-se em mensagem a circular nas redes sociais. 

Donald Trump mandato

O atual presidente dos EUA e candidato republicano às eleições presidenciais de novembro deste ano disse mesmo que poderá repetir o primeiro mandato na Casa Branca? 

A resposta é sim. Donald Trump, que procura ser reeleito para um segundo mandato a 3 de novembro deste ano, deu a entender que podia repetir os primeiros quatro anos na Casa Branca durante um comício em Oshkosh, Wisconsin, no passado dia 17 de agosto. Assim, acabaria por fazer três mandatos - 12 anos - como Presidente dos EUA. 

A passagem do discurso, como revela o site de fact-checking Snopes, foi publicada na conta de Twitter do jornalista do Vox Aaron Rupar. “Vamos ganhar mais quatro anos. E depois disso, vamos ter mais quatro anos, porque eles espiaram a minha campanha. Devemos ter uma repetição dos quatro anos”, diz Trump perante os seus apoiantes. 

No dia seguinte, 18 de agosto, o candidato republicano à Casa Branca voltou ao tema, desta vez numa ação de campanha em Yuma, no Arizona. “Considerando que apanhámos o Presidente Obama e o dorminhoco Joe Biden a  espiar a nossa campanha - traição - é provável que tenhamos direito a mais quatro anos”, garante novamente.

Não é de agora que o Presidente Donald Trump acusa o seu antecessor de o ter vigiado e infringido a legislação dos EUA. “Quão baixo desceu o Presidente Obama ao colocar os meus telefones sob escuta durante o sagrado processo eleitoral”, escreveu no Twitter a 4 de março de 2017, sem apresentar provas concretas da acusação. Um tema que nunca tirou da agenda.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network