"Hoje numa ação num Centro no Porto por se ter iniciado a inoculação de jovens de 16 e 17 anos… Três ambulâncias do INEM foram chamadas ao local! É isto que fazem aos nossos jovens", descreve-se numa das múltiplas partilhas do vídeo em causa detectadas pelo Polígrafo.

O vídeo original foi transmitido em direto no Facebook, a 14 de agosto, em frente ao Regimento de Transmissões do Exército, no Porto, onde está instalado um dos centros de vacinação contra a Covid-19 e onde decorreu, no último fim-de-semana, a vacinação de jovens com 16 a 17 anos de idade.

"A ambulância está a chegar ao centro de vacinação, mais uma, é a terceira desde que estamos aqui", afirma a autora do vídeo que já acumula mais de 1.500 visualizações. No decorrer da gravação ouve-se também um homem a gritar: "Não se pode ficar em silêncio, quantos mais vão ter de cair? Não tragam os vossos filhos para o matadouro, resistam ao Governo, resistam ao poder".

Confirma-se que foram chamadas três ambulâncias para o referido centro de vacinação no Porto durante a inoculação de jovens? E se sim, para os socorrer? Afinal o que é que se passou no Regimento de Transmissões do Exército a 14 de agosto?

No passado fim-de-semana, dias 14 e 15 de agosto, decorreu a vacinação contra a Covid-19 de jovens com idades entre 16 e 17 anos, em todo o país. A task force do plano de vacinação contabilizou, até às 18h50m de domingo, um total de 153 mil jovens inoculados.

O vídeo do post foi captado na tarde de sábado, no exterior do centro de vacinação contra a Covid-19 do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Porto Ocidental, localizado no Quartel Regimento de Transmissões da cidade do Porto.

Questionada sobre a situação descrita no vídeo, fonte oficial da task force assegura que "de acordo com a informação transmitida pelos ACES Porto Ocidental e Oriental, durante o fim-de-semana de 14 e 15 de agosto, nenhuma ambulância foi chamada para qualquer centro de vacinação localizado na cidade do Porto, nem se assistiu a nenhuma situação clínica que originasse a evacuação de algum utente".

Mas então como é que se explica a ambulância que aparece no vídeo?

Contactada pelo Polígrafo, fonte oficial do INEM explica que a ambulância estava simplesmente a entrar nas instalações do Regimento de Transmissões no Porto porque "nesse local está sediada uma das bases dos meios de emergência pré-hospitalar do INEM".

"Nos dias em questão, a viatura foi ativada para diversas ocorrências, nenhuma no centro de vacinação, pelo que é mais que natural que se veja essa movimentação", esclarece o INEM, indicando ser evidente, no vídeo em causa, "a tranquilidade da viatura a regressar à base, sem estar a circular em marcha de emergência".

Esta informação é igualmente confirmada por Maria José Ribas, presidente do Conselho Clínico e de Saúde do ACES Porto Ocidental. "A ambulância tem como local de estacionamento o Regimento de Transmissões, pelo que pode entrar e sair do local várias vezes por dia", sublinha.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network