A citação tem sido partilhada nas redes sociais, em vários idiomas, nos últimos anos. Numa pesquisa através do motor de busca Google também se encontram vários memes que destacam a declaração. Quase todos apontam para Thomas Jefferson, terceiro presidente dos EUA, como o suposto autor da frase.

Confirma-se?

A plataforma de fact-checking "Check Your Fact" verificou a autenticidade da autoria da citação e esclareceu que, apesar de o antigo presidente valorizar a rebelião, nunca proferiu ou escreveu tais palavras.

Em 22 de fevereiro de 1787, numa carta remetida a Abigail Adams, esposa de John Adams (segundo presidente dos EUA), Jefferson escreveu: "O espírito de resistência ao governo é tão valioso em certas ocasiões, que desejo que seja sempre mantido vivo. Frequentemente será exercido de forma errada, mas é melhor assim do que não o ser de todo. Gosto de rebelião de vez em quando. É como uma tempestade na atmosfera."

A "Thomas Jefferson Foundation", responsável pela manutenção de "Monticello", a propriedade do antigo presidente, não conseguiu localizar a citação sob análise no arquivo de Thomas Jefferson.

Barry Popik, etimologista, refere que a expressão "tem sido atribuída a várias figuras conhecidas, como Thomas Jefferson e Nelson Mandela, mas não há evidência de que nenhuma dessas pessoas alguma vez a tenha proferido".

A primeira atribuição da frase a Jefferson data de 2006, mas há registos que mostram que a frase circula há décadas. Barry Popik acredita que a citação foi popularizada por ativistas na Austrália. "A decisão do Supremo Tribunal da Austrália de manter crianças refugiadas presas em centros de detenção deixa claro que a injustiça se tornou lei neste país", afirmou um membro da Aliança Socialista da Austrália em 1993. “E quando a injustiça se torna lei, a resistência torna-se um dever."

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network