"Testes Covid-19 esgotados na Guarda", destaca-se na publicação de 7 de janeiro, a qual foi denunciada por vários utilizadores do Facebook como sendo falsa ou enganadora.

"Segundo comentários colocados nas redes sociais e informações recolhidas em entidades de Saúde, não se pode fazer testes [à Covid-19] neste momento porque estarão esgotados em todos os serviços públicos e privados", alega-se.

O Polígrafo questionou a Administração Regional de Saúde do Centro (ARS Centro), onde se insere o distrito da Guarda, a qual desmentiu essa alegação infundada.

"A informação é totalmente falsa. Não há qualquer ruptura de stock nos serviços públicos, nem nenhuma entidade privada nos deu conhecimento de ter os testes PCR esgotados", garantiu a ARS Centro, na resposta ao Polígrafo.

Ou seja, o processo de testagem à Covid-19 no distrito da Guarda tem decorrido sem anomalias. A publicação em causa está assim a reproduzir desinformação.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network