"Dizem que não há ligação aérea com o Brasil, mas regista-se tráfego aéreo com aquele país todos os dias. Ainda ontem à noite havia cinco aviões da TAP a caminho do Brasil", lê-se na denúncia enviada por um leitor ao Polígrafo.

A mesma era acompanhada de três imagens: numa delas, sem data e hora, podem ver-se seis supostos voos da companhia portuguesa. As outras duas remetem para alegadas ligações entre Lisboa e São Paulo (uma em cada sentido) no dia 17 de fevereiro de 2021.

Confirma-se que a TAP tem realizado voos para o Brasil apesar de o transporte aéreo de passageiros para esse país estar proibido?

Questionada pelo Polígrafo, fonte oficial da companhia aérea portuguesa classifica as imagens como falsas e garante que não estão a ser realizados voos além dos permitidos por lei.

"Desde que foi proibido pelo Governo de Portugal o transporte de passageiros de e para o Brasil, a TAP manteve apenas a operação de alguns voos exclusivamente de carga. A única excepção autorizada pelos Governos de Portugal e do Brasil, até ao momento, é a do voo que vai partir de Lisboa no dia 26 de fevereiro e regressa de S. Paulo, no dia 27 de fevereiro", explicou a mesma fonte.

De facto, o Governo decidiu suspender os voos de e para o Brasil "a partir das 00h00 do dia 29 de janeiro, tendo em conta a evolução da situação epidemiológica ao nível mundial, o aumento dos casos de infeção por SARS-CoV-2 em Portugal e a deteção de novas estirpes do vírus".

A decisão, cujo primeiro prazo terminava a 14 de fevereiro, abrangia "todos os voos, comerciais ou privados, de todas as companhias aéreas, de e para o Brasil". Na altura foi igualmente determinado que, tal como acontece em relação ao Reino Unido, "estão permitidos apenas os voos de natureza humanitária para efeito de repatriamento dos cidadãos nacionais e membros das respetivas famílias, bem como de titulares de autorização de residência em Portugal".

Entretanto, o prazo de proibição dos voos já foi alargado duas vezes - primeiro até dia 1 de março e agora até dia 16 deste mês-, levando as autoridades de ambos os países a decidirem realizar o referido voo de repatriamento que ocorreu nos passados dias de 26 e 27 de fevereiro.

_________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network