No final de 2018, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, escreveu um tweet em que afirmava que o antigo Presidente Ronald Reagan também quis, ao longo de 8 anos, construir um muro na fronteira com o México. Trump foi mais longe e garantiu que “outros” o tentaram sem sucesso, mas que ele inverteria a situação.

No mesmo dia, iniciou-se uma paralisação parcial do Governo devido à falta de entendimento entre Trump e o Congresso precisamente a propósito do tema do muro. O Presidente dos Estados Unidos requereu que o Congresso aprovasse novos fundos, no valor de 5,7 mil milhões de dólares, para a continuação da construção do muro na fronteira com o México. O Congresso, controlado pela maioria democrata, recusou-se a autorizá-los. E Trump ripostou com um shutdown.

No entanto, a afirmação de Trump não é verdadeira. De acordo com o site de fact-checking americano Snopes, Reagan não tentou construir um muro durante a sua presidência. É, contudo, verdade que várias outras entidades e presidentes construíram partes do muro, que hoje existe ao largo da fronteira dos EUA com o México.

No mesmo dia 21, o Washington Post publicou um Afinal  sobre o assunto, em que se abordam as opções de, entre outros, George H. W. Bush e o próprio Reagan. Em 1980, em Houston, no estado do Texas, um cidadão perguntou aos candidatos republicanos nas primárias se os imigrantes ilegais deviam ter direito a frequentar escolas públicas americanas. A esta pergunta, Bush respondeu que era uma questão “sensível” e que tinha de se ter em conta as “várias pessoas decentes” que atravessaram a fronteira sem documentos.

Reagan partilhou da opinião do então adversário à nomeação, dizendo que, em vez de falar em “fazer uma vedação, porque é que não trabalhamos nos nossos problemas mútuos, fazendo com que seja possível para eles [os imigrantes ilegais] virem para cá, legalmente, com um visto de trabalho”. Acrescentou também que “assim enquanto eles estiverem cá a trabalhar e a receber, eles pagam impostos aqui. E quando eles quiserem regressar, podem fazê-lo”. Ronald Reagan e George H. W. Bush viriam, mais tarde, a ser, respectivamente, presidente e vice-presidente.

Ainda no mesmo artigo, uma antiga comissária do Serviço de Imigração e Naturalização, Doris Meissner, explicou que “não houve nenhuma discussão ao nível dos superiores políticos durante a administração Reagan sobre vedações ou muro, que eu me recorde”. E acrescentou que a “imigração era um assunto bipartidário, em que ambos os partidos trabalhavam juntos para chegar a soluções, apesar de alguns desentendimentos”.

Avaliação Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso