O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Sumo de lima, gengibre, mel e cravo-da-índia emagrece?

Sociedade
O que está em causa?
Circula na rede social Threads a receita de um sumo de lima, gengibre, mel e cravo-da-índia, que, supostamente, emagrece "até cair as calças". Mas há evidência científica que prove os alegados efeitos desta bebida no emagrecimento?
© Shutterstock

Lima, gengibre, mel e cravo-da-índia são os ingredientes de um sumo partilhado num vídeo publicado na recém-criada rede social Threads que, supostamente, “emagrece até cair as calças”.

A autora sublinha que o vídeo se dirige a quem “precisa de emagrecer muito” e explica como fazer a receita. Em primeiro lugar, afirma, é necessário juntar num liquidificador “três cravos-da-índia”,  “um copo de água”, “quatro rodelas de gengibre”, “um limão” (designação para lima em português do Brasil) e “uma colher de mel”. Depois, continua, deve-se bater tudo e beber o preparado sem coar antes. Mas será este sumo eficaz?

É verdade que beber um sumo de lima, gengibre, mel e cravo-da-índia emagrece?

Em declarações ao Viral e ao Polígrafo, Leandro Oliveira, nutricionista e investigador do Centro de Investigação em Biociências e Tecnologias da Saúde (CBIOS) da Universidade Lusófona, adianta que não existe fundamento científicopara as alegações partilhadas na publicação sobre este sumo de lima, gengibre, mel e cravo-da-índia.

Não há evidência científica que suporte que esses ingredientes – quer isolados, quer na forma de sumo – tenham esses efeitos no emagrecimento e na perda de peso”, afirma o nutricionista que é também professor adjunto na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra.

O investigador explica que, de facto, alguns estudos sugerem que o gengibre – um dos ingredientes desta receita – pode ter um efeito termogénico (de elevação da temperatura corporal e consequente aumento do gasto de energia).

No entanto, sublinha o nutricionista, esses estudos têm várias limitações e são, regra geral, feitos com extratos ou cápsulas de gengibre, em doses muito superiores às utilizadas neste sumo. Logo, não se pode esperar que os resultados sejam os mesmos.

Além disso, refere, os resultados de diferentes estudos são “díspares”, e muitas destas investigações foram feitas em animais ou em células, não sendo possível “extrapolar” os resultados e assumir que os efeitos em humanos seriam iguais.

“Lá porque num estudo com animais ou com células resulte não quer dizer que, depois, no âmbito da alimentação de um humano, os resultados sejam os mesmos”, reforça.

Numa revisão sistemática de 109 ensaios clínicos controlados sobre os diferentes potenciais benefícios do gengibre na saúde, os investigadores assinalam que existem algumas limitações nos estudos analisados, tais como a qualidade variável dos ensaios, sistemas de avaliação inconsistentes e o tamanho geralmente pequeno das amostras estudadas.

Os autores indicam, por exemplo, que “a função termogénica do gengibre foi examinada em três ensaios cruzados randomizados, e apenas um estudo observou o resultado esperado”.

Noutro plano, Leandro Oliveira estranha a utilização de mel num sumo supostamente emagrecedor, visto que este ingrediente tem açúcares naturalmente presentes e algumas calorias (uma colher de sobremesa de mel terá à volta de 45 calorias).

O nutricionista lembra também que “nenhum alimento ou bebida, por si só, leva à perda de peso”.

Para emagrecer, aponta Leandro Oliveira, é necessário estar em “défice calórico”, ou seja, consumir menos calorias do que as que se gasta. E isso, defende, deve ser atingido através de “uma alimentação saudável combinada com a prática de exercício físico”.

Por fim, o nutricionista avisa que a ingestão frequente deste sumo de lima, gengibre, mel e cravo-da-índia pode ter alguns riscos, sobretudo para “pessoas que têm gastrites ou úlceras gástricas”. Isto porque, “por ser um sumo ácido, pode, eventualmente, agravar estas situações”.

____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque