Suíça aprovou via referendo fixação de salário mínimo nacional em 3.450 euros?

  • O que está em causa?
    Em publicação no Facebook, datada de 27 de setembro, destaca-se que a "Suíça aprovou hoje em referendo popular salário mínimo a 20 euros por hora, ou seja, 160 euros por dia, ou seja, 3.450 euros por mês". Verdade ou falsidade?
Suíça aprovou via referendo fixação de salário mínimo nacional em 3.450 euros?
© Agência Lusa / EPA / Valentin Flauraud

De facto, no dia 27 de setembro, data da publicação em causa, os cidadãos do cantão suíço de Genebra aprovaram em referendo o estabelecimento de um salário mínimo de 3.859,76 euros por mês, tal como informou hoje o jornal britânico The Guardian (baseando-se numa notícia de 28 de setembro da estação de televisão France 3), entre outros meios de comunicação social.

Ou seja, além de indicar um valor errado - 3.450 euros -, o autor da publicação refere-se à Suíça como um todo, em forma de salário mínimo nacional, quando na realidade se trata apenas do cantão de Genebra, um dos 26 cantões que formam a Confederação Suíça.

Além do cantão de Genebra, apenas outros dois cantões têm um salário mínimo fixado, a saber: JuraNeuchâtel, ambos com salário mínimo legal de 20 francos suíços (cerca de 18,5 euros) por cada hora de trabalho.

Os cerca de 500 mil eleitores de Genebra já tinha reprovado propostas similares em 2011 e em 2014, mas desta vez aprovaram a medida com 58% de votos a favor.

notícia da France 3 aponta para o crescimento da pobreza na cidade, devido à pandemia de Covid-19, como a principal causa para a formação de uma maioria de votos a favor do estabelecimento de um salário mínimo. O novo modelo de remuneração laboral deverá entrar em vigor no dia 17 de outubro.

____________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.