Na quinta-feira, dia 21 de abril, quase dois meses após o início da guerra na Ucrânia ,Volodymyr Zelensky discursou por videoconferência na Assembleia da República (AR). À semelhança do que tem acontecido desde o eclodir do conflito armado, o presidente ucraniano envergou roupas militares.

Nas redes sociais, tem sido colocado em destaque o símbolo que surge na camisola verde tropa que Zelensky tem usado nestas intervenções de apelo em parlamentos e sessões solenes em todo o mundo. No Facebook, uma publicação em língua portuguesa, de 8 de abril, coloca em evidência a semelhança entre este símbolo e uma cruz nazi.

A alegação de que o presidente ucraniano está a envergar uma cruz nazi tem fundamento?

Na verdade, o símbolo da camisola militar que Zelensky tem usado em várias aparições é o emblema oficial das Forças Armadas da Ucrânia. No centro da cruz é visível o brasão oficial da Ucrânia - um tridente dourado sobre um fundo azul.

Dmytro Deineko, especialista em questões consulares e administrativas da embaixada ucraniana na Tailândia, garantiu à "AFP" que o símbolo na camisola de Zelensky é o emblema das Forças Armadas da Ucrânia."O símbolo é uma cruz carmesim com um tridente no meio", explicou, assegurando ainda que o símbolo "não tem nada a ver com o símbolo da Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial".

De acordo com Mykola Balaban, membro do Centro de Comunicações Estratégicas e Segurança da Informação do Governo Central da Ucrânia, a t-shirt que Zelensky tem usado faz parte do uniforme padrão do exército ucraniano.

A Cruz de Ferro começou a ser utilizada enquanto condecoração militar, na Prússia, em 1813. Foi recuperada em 1914, durante a Primeira Guerra Mundial. Na Segunda Guerra Mundial, Hitler decretou que a cruz poderia ser conferida a alemães e cidadãos de países aliados à Alemanha por excepcional bravura e/ou liderança em face do inimigo.

A plataforma de verificação de factos da "AP" procurou explicações sobre as semelhanças dos dois símbolos junto de especialistas. Timothy Snyder, professor de história europeia na Universidade de Yale, destacou que a utilização deste formato de cruz em insígnias militares "não é de todo incomum".

Na mesma linha, Paul Josephson, professor de história russa e soviética na Universidade de Colby, afirmou que "o emblema da camisola de Zelensky é claramente o das forças armadas ucranianas". E acrescentou: "Este presidente, ao contrário de outros, tem servido com seus soldados e tem orgulho de usá-lo em tempos de guerra."

Em suma, o símbolo visível na camisola que Zelensky envergava durante o discurso que realizou na AR, e em outras intervenções, não é uma cruz de ferro, conhecida como um símbolo nazi. Na verdade, uma cruz deste tipo apresentada sem outros elementos visuais, tal como a cruz suástica, por exemplo, não é considerada um símbolo nazi.

___________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network