"A Guarda Nacional Republicana deteve esta tarde mais um indivíduo que andava a colocar vários focos de incêndios no concelho de Montemor-o-Novo! Os 'reacendimentos' tinha um responsável! Queremos ver como funciona a nossa justiça!", lê-se numa publicação no Instagram, datada de 12 de julho. No post, com mais de 18 mil reações, é divulgada a fotografia de um homem algemado a ser escoltado por agentes da Guarda Nacional Republicana (GNR), junto a uma viatura de combate a incêndios e um bombeiro.

No dia 12 de julho, foi noticiada a detenção de um homem, de 54 anos, suspeito de atear fogo na zona de Santiago do Escoural, no concelho de Montemor-o-Novo. Em declarações à Agência Lusa, a GNR informou que "um popular viu o homem a atear fogo" e segurou o suspeito até à chegada de uma patrulha ao local, que efetuou de seguida a detenção. Um dia depois, o suspeito foi presente ao Tribunal Judicial de Évora que lhe decretou a medida de coação mais gravosa - prisão preventiva. O suspeito foi conduzido para o Estabelecimento Prisional de Beja, onde está a aguardar o desenrolar do processo.

Em relação à fotografia, começou a circular nas redes sociais a 12 de julho. Uma das suas primeiras partilhas foi realizada pelo jornal local "Folha de Montemor".

Fonte deste meio de comunicação disse ao Polígrafo que a imagem não é da sua autoria, mas que "foi cedida para utilização na peça publicada". O jornal garante que a fotografia "reporta-se ao momento da detenção do suspeito".

Igualmente contactada pelo Polígrafo, fonte oficial da GNR confirma que esta imagem "corresponde ao momento da detenção do suspeito do incêndio florestal, no dia 12 de julho, no concelho de Montemor-o-Novo". A força de segurança salvaguarda, no entanto, que "não tem responsabilidade sobre a autoria e divulgação da mesma".

Em suma, a imagem do momento em que um homem é detido pela GNR por suspeitas de fogo posto no distrito de Évora é autêntica.

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network