As imagens são insólitas: uma estrada, cercada de casas, que vai dar origem a um sinal de "STOP", está agora completamente despida de lombas redutoras de velocidade. No seu lugar estão as marcas da sua presença e alguns instrumentos de fixação (a amarelo). No Facebook, vários moradores mostraram-se surpresos e indignados com a situação.

lombas

A União de Freguesias de Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo confirmou, na manhã de segunda-feira, 18 de julho, a veracidade das imagens.

"Hoje, durante a madrugada, alguém decidiu que precisava de umas lombas. Ainda estamos a tentar perceber para quê? Ou ficamos mesmo pela palavra porquê?", escreveu a União de Freguesias na sua página oficial de Facebook, deixando claro que "condena de forma veemente estes atos, furtando equipamento público e exorta, por isso, à colaboração de todos quantos estejam na posse de elementos que ajudem a punir os responsáveis por estes atos".

De resto, a União de Freguesias confirma que "será apresentada queixa junto das autoridades", já que se trata de um furto de um bem público.

O Código Penal prevê que "quem, com ilegítima intenção de apropriação para si ou para outra pessoa, subtrair coisa móvel ou animal alheios, é punido com pena de prisão até três anos ou com pena de multa", mas procedimento criminal está dependente da queixa.

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network