O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Selo comemorativo da Jornada Mundial da Juventude apresentado nas redes como uma “piada” é verdadeiro?

Sociedade
O que está em causa?
Já se diz nas redes sociais que a ilustração lembra as do Secretariado de Propaganda Nacional, criado por Salazar, mas este selo que se tornou viral é bem mais recente do que o Estado Novo: será que esta imagem que mostra o Papa e um conjunto de crianças no Padrão dos Descobrimentos está mesmo a ser vendida pelo Vaticano?

“Isto só pode ser uma piada”; “Não se arranja também uma múmia do Salazar?”; “O selo das JMJ 2023. O desenho parece feito por uma criança (provavelmente foi), e tem todos os símbolos do fascismo, do colonialismo e do pior catolicismo. Quem escolheu este selo não tem respeito por Portugal, pela democracia portuguesa ou pelos povos colonizados”. Todos estes “tweets” foram divulgados nos últimos dias a propósito do lançamento de um suposto selo comemorativo pelo Vaticano, onde o Papa Francisco, que visita Portugal já em agosto, surge rodeado de crianças no Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa.

selo

A emissão de não um mas vários selos comemorativos da Jornada Mundial da Juventude foi confirmada pelo próprio portal de notícias do Vaticano: “É uma alusão à caravela estilizada do ‘Padrão dos Descobrimentos’, o monumento que retrata a expansão além-mar de Portugal que fica às margens do rio Tejo, em Lisboa. A cidade vai sediar a Jornada Mundial da Juventude no início de agosto com previsão de participação do Pontífice. O selo comemorativo do Vaticano para o evento deste ano será emitido nesta terça-feira, 16 de maio.”

Este selo, hoje emitido, mostra “o Papa e a tripulação de jovens”, é inspirado num monumento historicamente conotado com o colonialismo português, como apontam vários utilizadores das redes sociais, e tem como base uma analogia que o próprio Vaticano explica: “Da mesma forma como o timoneiro D. Henrique lidera a tripulação na descoberta do novo mundo, assim também no selo do Vaticano o Papa Francisco conduz os jovens e a Igreja, representada pela barca de Pedro, na descoberta desta ‘mudança de época’.”

O selo foi criado pelo artista Stefano Morri, tem um valor de aquisição de 3,10 euros, uma tiragem de 45 mil unidades e não se encontra disponível para venda on-line.

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Fact checks mais recentes