O primeiro jornal português
de Fact-Checking

São reais estas imagens de mísseis ucranianos a destruírem tanques russos, na guerra em curso?

Ucrânia
Este artigo tem mais de um ano
O que está em causa?
Criado nos EUA, o "Javelin" é um dos mísseis anti-tanque portáteis mais sofisticados do mundo. Há registo de que têm sido utilizados na guerra da Ucrânia e, aliás, as forças militares da Rússia divulgaram imagens de um conjunto desses mísseis que terão apreendido. Entretanto apareceu nas redes sociais um vídeo que, supostamente, mostra vários tanques e outros veículos militares russos a serem atingidos por mísseis "Javelin", lançados por soldados ucranianos, na guerra em curso. O Polígrafo verifica.

É um vídeo com pouco mais de oito minutos de duração que está a ser partilhado nas redes sociais como se retratasse cenas da linha da frente (que têm sido escassas, sublinhe-se) da guerra em curso na Ucrânia. Supostamente mostra vários tanques e outros veículos militares russos a serem atingidos por mísseis “Javelin”, lançados por soldados ucranianos.

O “Javelin” é um dos mísseis anti-tanque portáteis mais sofisticados do mundo. Há registo de que têm sido utilizados na guerra da Ucrânia e, aliás, as forças militares da Rússia divulgaram imagens de um conjunto desses mísseis que terão apreendido recentemente.

Mas as imagens deste vídeo são reais?

Mediante ferramentas de análise de imagens como a “TinEye” e a “InVID” apuramos que não são reais.

Têm origem neste vídeo que foi publicado no YouTube, a 7 de março de 2022, que consiste numa gravação do videojogo de guerra denominado como “Arma 3”.

O Polígrafo tem detectado vários conteúdos de videojogos que estão a ser difundidos nas redes sociais como se fossem imagens reais da presente guerra na Ucrânia (como a história falsa do “Fantasma de Kiev“, entre outros exemplos).

__________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque