Começando pela questão do salário mínimo nacional, em Portugal fixa-se atualmente em 635 euros, ao passo que em Espanha cifra-se em 1.050 euros.

Ou seja, os números evocados na publicação estão incorretos, embora as diferenças sejam pouco significativas neste caso.

Quanto aos deputados, em Portugal têm uma remuneração base mensal de 3.624 euros, valor ao qual acrescem diversos abonos (pode conferir no Estatuto Remuneratório dos deputados à Assembleia da República).

Por seu lado, nas Cortes Gerais de Espanha, os deputados auferem uma remuneração base mensal de 2.981 euros, valor ao qual também acrescem diversos abonos (pode conferir aqui ou aqui).

Concluímos assim que apesar de ligeiras imprecisões relativamente aos valores do salário mínimo nacional aplicado em Portugal e Espanha, no global, a publicação sob análise difunde informação verdadeira.

__________________________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network