Na ressaca da derrota com o Ajax no jogo para a Liga dos Campeões, o treinador do Benfica recebeu uma má notícia: a UEFA tinha revisto a posição do clube das águias no ranking europeu. Do 6º lugar, o Benfica tinha passado para um bem mais modesto 22º posto. Interrogado pelos jornalistas a esse respeito, Rui Vitória socorreu-se da estatística para defender o seu "legado" no clube. Problema: as informações que utilizou eram erradas.

Em 25 anos, foram cinco vezes que o Benfica passou, duas foram connosco. O treinador da Liga dos Campeões com mais vitórias em rácio de jogos sou eu", afirmou o treinador benquista.

Eis o que afirmou o treinador do Benfica: “Tivemos agora duas eliminatórias dificílimas, jogámos agora com uma equipa difícil que na jornada anterior tinha sido a equipa-sensação que foi à Alemanha empatar com o Bayern. Agora já não é de qualidade? Ganhou aos 92. O Benfica foi apurado duas vezes para as eliminatórias seguintes. Com quem? Connosco. O ano passado não correu bem, ponto. Há três anos, quartos-de-final; há dois anos, ‘oitavos’. Em 25 anos, foram cinco vezes que o Benfica passou, duas foram connosco. O treinador da Liga dos Campeões com mais vitórias em rácio de jogos sou eu".

E agora a verdade, investigada pelo jornal desportivo "A Bola": ao contrário do que garantiu Rui Vitória, o seu currículo na Liga dos Campeões, quando comparado com o de Jorge Jesus, é inferior em todos os parâmetros, menos num: em matéria de apuramento para os oitavos de final, uma vez que Vitória conseguiu lá chegar em duas das três edições que disputou e Jesus só os atingiu numa das cinco edições disputadas.

Quanto ao resto, derrota em toda a linha para o treinador encarnado:

  • Para chegar às 11 vitórias precisou de realizar 30 jogos. Jesus precisou de 27.
  • Na percentagem de vitórias na Champions, com pré-eliminatórias, Rui Vitória tem uma percentagem de triunfos de 35,5%. Jesus tem 36,8%.
  • Na percentagem de vitórias extra pré-eliminatórias, Jesus também está à frente: 35,3% de sucessos contra 33,3% de Vitória.

No cômputo global, Rui Vitória já disputou 31 jogos na liga milionária, em que conseguiu 11 vitórias, seis empates e 14 derrotas. Jorge Jesus, por seu turno, alcançou 14 vitórias, 10 empates e 14 derrotas em 38 jogos disputados.

Por estes motivos, ao dizer que é o treinador benquista com maior rácio de vitórias na Liga dos Campeões, Rui Vitória merece...

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Pimenta na Língua