"A dívida pública aumentou. Vai aumentar até ao fim deste ano cerca de mais 20 mil milhões de euros do que aquilo que era em 2015. O que baixou foi a relação entre a dívida e o Produto Interno Bruto. A dívida ela própria é mais alta do que era em 2015", declarou ontem à noite Rui Rio, líder do PSD, no decurso de mais um comício da campanha para as eleições europeias. Pode conferir aqui na gravação em vídeo de parte do discurso.

O líder do PSD procurou assim contrariar a mensagem de sentido oposto (diminuição da dívida pública) que tem sido difundida pelo Governo do PS, liderado por António Costa. Mas é verdade que a dívida pública aumentou desde 2015, apesar de ter baixado a "relação entre a dívida e o Produto Interno Bruto"?

Quanto o atual Governo do PS tomou posse, em novembro de 2015, de acordo com uma nota de informação estatística do Banco de Portugal (BdP), "a dívida pública situou-se em 231,3 mil milhões de euros". Em outubro de 2018, também de acordo com os dados estatísticos do BdP, a dívida pública voltou a aumentar, cifrando-se então em 251,1 mil milhões de euros, o valor absoluto mais elevado de sempre.

Os dados mais recentes do BdP foram divulgados no dia 1 de março de 2019. Nessa data, o BdP indicou que a dívida pública baixou para 121,5% do Produto Interno Bruto (PIB) no final do quarto trimestre, abaixo dos 124,8% registados um ano antes.

Em fevereiro de 2019, o BdP informara que, em termos absolutos, a dívida pública aumentou em 2018, face a 2017, para 244,9 mil milhões de euros, apesar de ter baixado em dezembro, após o pagamento da dívida de Portugal ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Depois de ter atingido valores recorde em outubro e novembro, em dezembro a dívida pública contraiu-se, mas no conjunto do ano 2018 aumentou 2,1 mil milhões de euros, face a 2017.

Concluindo, desde que o atual Governo tomou posse, a dívida pública continuou a crescer em termos absolutos, com um aumento acumulado até 2018 de cerca de 13 mil milhões de euros. Por outro lado, a dívida pública diminuiu em percentagem do PIB, de 128,8% do PIB em 2015 para 121,5% do PIB em 2018. Tal como Rio afirmou, distinguindo corretamente os dois conceitos.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro