"Os Açores é o sítio do país onde há mais Rendimento Social de Inserção", afirmou ontem Rui Rio, na entrevista à TVI. "Já houve alturas em que mais de 8% da população [açoriana] vivia do Rendimento Social de Inserção", acrescentou.

"É mesmo no seu distrito [de Rui Rio], no Porto, que há mais beneficiários do Rendimento Social de Inserção", contrapôs Ana Catarina Mendes, líder da bancada parlamentar do PS, na mesma noite, ao intervir no programa "Circulatura do Quadrado".

Quem tem razão?

Os dados referentes à distribuição regional do Rendimento Social de Inserção (RSI) estão compilados na página da Segurança Social. De acordo com a informação disponibilizada, em setembro de 2020 (dados mais recentes), ao nível nacional, 211.992 pessoas recebiam esta prestação mensal.

O distrito do Porto era o que acumulava mais beneficiários, com 56.795 no total, seguindo-se o distrito de Lisboa com 41.471, o distrito de Setúbal com 21.095 e a Região Autónoma dos Açores com 14.992 beneficiários de RSI.

Neste indicador, Ana Catarina Mendes parece ter razão. Mas avaliar a distribuição regional dos beneficiários de RSI mediante o número total de beneficiários, sem ter em conta a densidade populacional de cada região, pode ser enganador.

Os dados mais recentes que contabilizam os beneficiários do RSI em percentagem de população residente (com 15 ou mais anos de idade) são de 2019 e estão disponíveis na base de dados Pordata.

Segundo este indicador, a Região Autónoma dos Açores tem a maior percentagem de beneficiários de RSI por cada 100 habitantes do país, correspondendo a 10,2%.

RSI no país

Em Portugal Continental destacam-se as regiões do Baixo Alentejo (5,4%), Alto Alentejo (4,4%), a Área Metropolitana do Porto (4,4%) e a região do Douro (4,2%).

Importa também salientar que a percentagem de beneficiários de RSI nos Açores apresenta variações substanciais entre as nove ilhas que compõem o arquipélago. A ilha de São Miguel é a que regista a maior percentagem de pessoas a receber o apoio, cerca de 14% . Seguem-se a ilha Graciosa com 7,1%, a ilha Terceira com 6,9% e a ilha de Santa Maria com 5,1%. No fundo da tabela, a ilha de S. Jorge tem 3,6%, as ilhas do Faial e das Flores têm ambas 2,9% e a ilha do Pico tem 2,5%.

Concluindo, é verdade que, em percentagem da respetiva população, "os Açores é o sítio do país onde há mais Rendimento Social de Inserção", como afirmou Rui Rio. O distrito do Porto é o que tem um maior número total de beneficiários, mas não em proporção da respetiva população, tornando a afirmação de Ana Catarina Mendes potencialmente enganadora.

___________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro, mas...
International Fact-Checking Network