O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Noite Eleitoral. Rita Matias: “Iniciativa Liberal votou ao lado do Partido Socialista na proposta do IRS”

Política
O que está em causa?
Sobre os resultados desta noite, a deputada Rita Matias desvalorizou-os, optando por "corrigir" a "narrativa" de que o Chega está ligado ao PS e atirando aos liberais, que votaram "ao lado do PS" na questão do IRS. É verdade?
© Miguel A. Lopes/Lusa

No rescaldo dos resultados das eleições europeias, a deputada do Chega Rita Matias preferiu destacar a queda da “extrema-esquerda” e, desvalorizando qualquer ideia de derrota do seu partido, quis “corrigir a questão da coligação informal” que liga o Chega ao PS que “é tão repetida que muitas vezes condiciona o eleitorado”.

Dito isto, Matias desviou as atenções para o partido que fez sombra ao Chega esta noite: “A verdade é que a IL é que votou ao lado do PS na proposta do IRS, portanto, não há nenhuma coligação.”

Confirma-se?

Sim. E a confirmação foi dada por Carlos Guimarães Pinto minutos depois da alegação de Matias, mas apontando que o PS não foi o único a receber o voto favorável dos liberais. Na sua intervenção, o deputado destacou, no entanto, que tal como votou ao lado do PS, o IL votou também ao lado da AD.

“A IL efetivamente votou a favor da proposta de redução do IRS do PS, mas também votou a favor da proposta de redução do IRS da AD. Aliás, foi o único partido que votou a favor de todas as propostas de redução do IRS”, sublinhou o liberal.

Na altura das votações das propostas relativas ao IRS, o partido liderado por Rui Rocha justificou o voto a favor tanto da proposta de redução do PS como da proposta da AD indicando que “qualquer proposta de descida de IRS, mesmo que não tenha a ambição que a IL tem, votamos sempre a favor”.

Rui Rocha disse ainda, no dia 5 de junho, que é “sempre mais benéfico um pouco menos de imposto”.

____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque