"Maju disse ao vivo que 'enquanto o Presidente do Brasil desgoverna, o Presidente de Portugal dá aula de cidadania'", destaca-se na publicação em causa.

E acrescenta-se uma suposta citação de Márcia Rodrigues, jornalista portuguesa: "'Agradecemos o elogio ao nosso Presidente, mas não é cortês comparar presidentes de países com realidades diferentes', comentou Márcia Rodrigues da RTP".

Verdade ou falsidade?

No dia 24 de junho, Maria Júlia Coutinho, pivô brasileira da TV Globo, apresentou uma reportagem no "Jornal Hoje" sobre a iniciativa da telescola em Portugal, nomeadamente a aula dada por Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, na qual abordou questões relacionadas com a pandemia do Covid-19.

"Um professor que deu aulas para crianças pela televisão está fazendo o maior sucesso em Portugal. É que o professor também é o Presidente do país", afirmou Coutinho, antes de apresentar a reportagem. Após a exibição da peça, a jornalista comentou: "Ah, se todos os presidentes fossem assim…"

O facto é que Coutinho não proferiu a frase destacada na publicação sob análise. Essa frase terá origem numa manchete de um site de notícias brasileiro: "Maju alfineta Bolsonaro no JH ['Jornal Hoje'] ao compará-lo a Presidente de Portugal. Enquanto o Presidente do Brasil desgoverna, Marcelo Rebelo de Sousa dá aula de cidadania". Mas nesse artigo não está indicado que a frase seja da autoria da pivô brasileira.

Questionada pelo Polígrafo, a jornalista Márcia Rodrigues nega ter feito qualquer comentário à situação em causa. "Não, nunca fiz nenhum comentário, nem nas redes sociais nem em qualquer outro sítio. Sou editora de política internacional mas nunca comento o Brasil, só comento países que conheça profundamente bem", assegura.

Em suma, ambas as citações são falsas.

______________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações “Falso” ou “Maioritariamente Falso” nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network