A publicação de mitos relacionados com a saúde é uma constante nas redes sociais. As receitas caseiras milagrosas têm um maior efeito na partilha de fake news do que na verdadeira cura de qualquer doença. Desta vez, uma publicação feita no início de maio, em língua inglesa, apresenta uma fórmula infalível para deixar de fumar: beber dois copos por dia de um preparado de bitartarato de potássio - também conhecido por cremor tártaro - com sumo de laranja.

“Vá à sua mercearia preferida e compre o tempero cremor tártaro e um galeão [cerca de três litros] de sumo de laranja. Misture uma colher de chá num copo e beba duas vezes por dia”, pode ler-se na publicação, aconselhando que seja tomado “um copo quando acordar e outro copo a meio do dia”.

“Eu sei que isto parece simples, mas realmente funciona! O cremor tártaro retira a nicotina do nosso organismo e bloqueia-o para a receber novamente! Depois de dois dias, fumar sabe como merda, está bloqueado da necessidade de nicotina e o desejo desapareceu”, garante-se.

Verdade ou mentira?

Não há qualquer validação médica ou evidência científica que comprove que o preparado de bitartarato de potássio e sumo de laranja acabe com o desejo de fumar. Alguns artigos que sugerem a utilização deste preparado indicam que quase todos os problemas de saúde causados pelo tabaco têm como base os baixos níveis de potássio.

No entanto, não está comprovada uma relação causa-efeito entre a diminuição dos níveis de potássio e o ato de fumar. Por outro lado, a vitamina C associada ao sumo de laranja pretende repor os níveis de vitamínicos no sangue, uma vez que a nicotina bloqueia a capacidade de absorção no sangue, informa-se no artigo da "Snopes".

Esta receita supostamente milagrosa não é nova e já circula na Internet há cerca de uma década. Além da "Snopes", também outras plataformas de fact-checking - como a "Lead Stories" e a "Truth or Fiction" - e o programa televisivo norte-americano "The Doctors" desmitificaram esta história.

No referido programa, o médico Travis Stork admitiu que “beber sumo pode ser uma distração” do tabaco e que “qualquer coisa que sirva de distração pode resultar” na cessação tabágica. Ou seja, não é a combinação de bitartarato de potássio com sumo de laranja que tem um efeito de limpeza no organismo, como é sugerido na publicação, mas esta prática pode servir como uma distração para o impulso de pegar num cigarro.

De facto, encontrar distrações é uma das recomendações que a Direção-Geral da Saúde (DGS) incluiu na sua lista de recomendações para deixar de fumar. Ao contrário do bitartarato de potássio ou do sumo de laranja, os quais não são mencionados no documento. “Traga consigo pastilhas elásticas sem açúcar. Poderão ajudá-lo nesse momento. Ocupe as mãos com uma caneta, chaves, ou outro objeto, de modo a esquecer-se da ausência do cigarro”, aconselha-se, sob o título “Mais vida sem tabaco”.

Deixar de fumar pode não ser fácil e muitas vezes as pessoas procuram apoio profissional médico para ultrapassar este vício. De acordo com informação divulgada no portal SNS24, o primeiro passo a tomar para a cessação tabágica consiste em falar com o médico ou enfermeiro de família. “O médico fará uma avaliação breve da motivação e da possível dependência nicotínica e dará orientação mais adequada para definir o dia para deixar de fumar”, sublinha-se.

Dependendo do nível de adição, o profissional de saúde poderá optar pela terapêutica de substituição da nicotina, que se traduz na reposição da dose diária consumida habitualmente e tem como objetivo evitar sintomas de privação e vontade de voltar a fumar. A nicotina é um dos cerca de 4.000 componentes do tabaco e cria dependência no organismo.

_____________________________________

Avaliação do Polígrafo: 

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network