De facto, confirma-se que a imagem em causa tem origem numa publicação de ontem na página oficial da Polícia de Segurança Pública (PSP) no Facebook.

A força de segurança portuguesa associa-se assim à estreia comercial do último filme da saga "A Guerra das Estrelas" nos cinemas, optando por se identificar com as forças imperialistas da Primeira Ordem que, nesta terceira e última trilogia, professam e executam uma ideologia claramente fascista e totalitária.

No topo da imagem, aliás, é visível um capacete de stormtrooper, a denominação dos soldados da Primeira Ordem, sob a liderança do Supremo Líder Snoke, entretanto aniquilado no filme anterior por Kylo Ren. "Aproxima-se a conquista final", destaca-se na mensagem da publicação, sobre uma imagem em que agentes da PSP também com capacetes, bastões e escudos parecem encaminhar-se para atacar um qualquer alvo indeterminado.

Quanto à indicação de que "somos o lado certo da força", consiste numa inversão do sentido do argumento da saga cinematográfica criada por George Lucas, na medida em que a Primeira Ordem e os stormtroopers representam precisamente "o lado negro da força", em épico combate contra a Resistência da Nova República e uma nova geração de aprendizes de Jedi.

A publicação em causa parece estar relacionada com o período de festividades de Natal e passagem-de-ano em Portugal. O Polígrafo questionou a PSP sobre o contexto e motivação desta iniciativa, mas não obteve resposta em tempo útil.

.

Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network