O primeiro jornal português
de Fact-Checking

PS e PSD (incluindo coligações com CDS-PP) tiveram em conjunto o pior resultado de sempre em legislativas?

Política
O que está em causa?
São os dois partidos dominantes da democracia portuguesa desde as eleições para a Assembleia Constituinte em 1976, num denominado "arco da governação" que inclui também o CDS-PP como parceiro tradicional de coligações com o PSD (embora a primeira tenha sido com o PS de Mário Soares, após as legislativas de 1976). Nunca o "centrão" acumulou tão poucos votos (em percentagem do total) como nas legislativas de 2024?

Ainda não estão contabilizados os votos dos círculos do Estrangeiro, mas os resultados do território nacional atribuem 29,49% dos votos à Aliança Democrática (coligação que junta PSD, CDS-PP e PPM) e 28,66% ao PS. Em conjunto: 58,15% dos votos.

Terá sido a menor percentagem de sempre para os partidos do “centrão” em eleições legislativas?

O Polígrafo contabilizou e somou as percentagens registadas por PS e PSD em todas as legislativas desde 1976, incluindo as coligações pré-eleitorais do PSD com o CDS-PP (e deixando de fora as coligações pós-eleitorais). Eis os números apurados:

1976 – 59,24%

1979 – 72,59% (AD)

1980 – 75,35% (AD)

1983 – 63,35%

1985 – 50,64%

1987 – 72,46%

1991 – 79,73%

1995 – 77,88%

1999 – 76,38%

2002 – 78%

2005 – 73,8%

2009 – 65,66%

2011 – 66,71%

2015 – 70,81% (PàF)

2019 – 64,1%

2022 – 70,46%

Em suma, foi o segundo pior resultado de sempre.

Para deparar com uma percentagem mais baixa é necessário recuar até 1985, quando o epifenómeno do PRD alcançou 17,92%. Nesse ano, o PS liderado por António de Almeida Santos caiu para 20,77% (pior resultado de sempre) e mesmo o vencedor, o PSD de Aníbal Cavaco Silva, não foi além de 29,87% dos votos. Enquanto a APU de Álvaro Cunhal, com 15,49%, e o CDS de Francisco Lucas Pires, com 9,96%, também contribuíram substancialmente para o esvaziamento circunstancial do “centrão” que, dois anos depois, voltou à fasquia de 70%.

Em 2024, ainda sem os votos dos círculos do Estrangeiro, o Chega supera o feito do PRD ao alcançar

_____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque