O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Presidente do Fórum Económico Mundial admitiu que “revolução política” contra a “grande reinicialização” está a destruir-lhe a “agenda”?

Sociedade
O que está em causa?
Está a ser difundido um vídeo no Instagram que mistura várias declarações de Klaus Schwab, fundador e presidente executivo do Fórum Económico Mundial (FEM), levando a crer que este admitiu que uma revolução política contra a "grande reinicialização" está a destruir a sua "agenda". Verdadeiro ou falso?

Klaus Schwab, fundador e presidente-executivo do Fórum Económico Mundial (FEM), tem sido bode expiatório de várias teorias da conspiração e desinformação associada ao FEM. No início de fevereiro surgiu mais um vídeo, que parece juntar várias declarações de Schwab em que o mesmo afirma que uma revolução contra a “grande reinicialização (great reset)” é um dos riscos da agenda global.

Por cima do vídeo lê-se, escrito em espanhol, para que “abram os olhos” porque “se aproxima o fim dos nossos tempos”. Escreve-se ainda “tirania mundial” e o discurso, alegadamente proferido pelo presidente do FEM, legendado.

Mas estas imagens têm credibilidade?

O mesmo tipo de alegação está a ser partilhada no site “The People’s Voice”, uma reformulação do “News Punch”, que difunde recorrentemente fake news e desinformação.

A informação, além de ser propositadamente editada no vídeo em causa, é tirada do contexto. À Associated Press, um porta-voz do FEM, indicou que se tratou de uma “deturpação completa do discurso do professor Schwab de 2017” e que as palavras de Schwab foram “tiradas do contexto e mal interpretadas para alimentar teorias de conspiração absolutamente infundadas, a fim de desacreditar o importante trabalho que o Fórum Económico Mundial realiza sobre os sérios desafios globais”.
Quanto à “grande reinicialização”, esta é uma proposta ampla apresentada pelo FEM em 2020 para reimaginar os sistemas sociais e económicos, no entanto, essa proposta gerou várias teorias de conspiração que têm vindo a propagar-se online.
O vídeo possui ainda várias repetições de forma a sublinhar determinadas ideias tais como “criar esta grande reinicialização” ou resistir a “outros riscos que tenhamos em relação à nossa agenda global”.
Em suma, trata-se de um vídeo manipulado com várias declarações de Klaus Schwab retiradas do contexto de forma a reforçar teorias da conspiração que circulam há anos.

_______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque