O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Presidente da República considerou “urgente e importante” dar a “independência” do Martim Moniz “à comunidade indostânica”?

Sociedade
O que está em causa?
Nas redes sociais salienta-se que Marcelo Rebelo de Sousa terá defendido a criação de um “enclave islâmico no Martim Moniz”, em Lisboa, com base numa suposta informação avançada pela SIC Notícias. Porém, nem a notícia é real (utilização abusiva e fraudulenta do logótipo da SIC Notícias), nem o chefe de Estado disse algo similar.

“Criação de um enclave islâmico no Martim Moniz em Lisboa. Será Fake New esta posição assumida pelo Presidente da República?” Assim se questiona numa publicação partilhada recentemente na rede social Facebook, dando conta de uma suposta afirmação proferida por Marcelo Rebelo de Sousa.

De acordo com uma imagem que acompanha a alegação, que apresenta o logótipo da SIC Notícias – dando a entender que se tratava de uma notícia partilhada pela referida cadeia televisiva nas suas plataformas digitais –, o chefe de Estado terá considerado “urgente e importante” dar a “independência de toda a zona da praça do Martim Moniz, em Lisboa, à comunidade indostânica”.

Na ótica do autor da publicação, para alguém que “assumiu a jornalistas estrangeiros que Portugal deveria indemnizar os países CPLP [Comunidade dos Países de Língua Portuguesa] do desenvolvimento que lhes proporcionámos”, uma afirmação desta natureza, por parte de Marcelo Rebelo de Sousa, seria plausível. Mas será que o Presidente da República fez mesmo essa consideração e que a mesma foi avançada pela SIC Notícias?

Na verdade, não existe qualquer notícia partilhada no site da SIC Notícias – nem sequer em qualquer outro órgão de comunicação social nacional – que dê conta de que o chefe de Estado terá proferido estas afirmações.

A imagem que dá conta disso mesmo é, portanto, uma imagem manipulada, criada com o intuito de convencer aqueles que com ela se deparam nas redes sociais de que foi avançada por um meio de comunicação credível.  

Assim, constata-se ser inteiramente falso que Marcelo Rebelo de Sousa tenha defendido a criação de um “enclave islâmico no Martim Moniz”, através da concessão da “independência” da referida praça “à comunidade indostânica”.

____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque