A acusação contra Manuel Machado circula no Facebook alegando que “o presidente da Câmara de Coimbra decidiu utilizar 83 mil euros de dinheiro público na compra de um automóvel”. O autor do texto considera que “o facto seria notícia em qualquer país democrático” e garante que nenhum dos dois jornais diários da cidade “informou os leitores deste gasto absurdo de dinheiro dos impostos pagos pelos cidadãos”. 

Audi Coimbra

O utilizador recorre a uma fotografia que integra a edição de 10 de setembro do “Diário de Coimbra” para expressar a sua indignação. O texto relata o início da obra de adaptação do ramal ferroviário da Lousã, encerrado há 10 anos, à circulação de autocarros elétricos, para ligar a vila à cidade de Coimbra. Na imagem que acompanha a peça jornalística pode ver-se o MetroBus em frente aos Paços do Concelho e outros veículos estacionados, incluindo alegadamente o que está no centro da polémica. “No canto da imagem, envergonhado, está o famoso automóvel que custou 83.mil euros”, diz-se na publicação em análise. 

Diario de Coimbra Notícia

Será verdade que o presidente da Câmara de Coimbra comprou um carro de 83 mil euros em nome do município? 

A resposta é sim. Uma pesquisa no portal Base, onde se registam todos os contratos públicos, permite encontrar um contrato entre o município e um stand de automóveis, com data de 6 de abril de 2018. O acordo diz respeito à “aquisição de uma viatura” pelo preço de 67.804,09 euros, valor que chega aos 83.399,03 euros com o acréscimo do IVA. 

Compra Audi A8

Ao Polígrafo, o autor da denúncia garante que o carro adquirido é um Audi A8, modelo apresentado pela marca como “o futuro do automóvel de luxo”. Mário Martins revelou ainda que, em 2014, o autarca de Coimbra já tinha comprado, ao mesmo stand, um Audi A6. Informação igualmente confirmada pelo portal Base: a 29 de abril de 2014, Manuel Machado deu ordem para adquirir o referido modelo no valor de 51.000 euros, valor já com IVA.

compra Audia A6

O gabinete de comunicação do município de Coimbra, em resposta ao Polígrafo, confirma a compra de “um carro da marca Audi”, em 2018, e justifica a aquisição com a necessidade de a viatura “fazer mais de 50.000 km/ano, tendo em conta as necessidades de deslocação dentro e para o exterior de Coimbra”.

No entanto, a assessoria de Manuel Machado nega que o custo da viatura para o município tenha sido aquele que é divulgado: “o valor foi de 59.899, 03 [com IVA], que resulta da diferença entre o valor de mercado do carro [83.399,03 euros com IVA] e o valor da retoma do automóvel que estava afeto anteriormente a esse serviço [23.500 euros com IVA].”

Em suma, pode concluir-se que é verdade que o presidente da Câmara Municipal de Coimbra comprou um carro de 83 mil euros, com dinheiro do município, para usar em deslocações oficiais. A Câmara rejeita que o custo real do automóvel tenha sido tão elevado, visto que se abateu o valor do veículo que era então usado pelo município, mas a retoma não altera o valor da viatura. Deve, por fim., sublinhar-se que a aquisição é legal, não violando qualquer norma formal.

_______________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network