“O Tribunal Supremo da China estabeleceu uma lei que traz a pena de morte para os políticos corruptos que fizeram desvio de verbas, fraude fiscal e que receberam valores ilícitos superiores a 463 mil dólares”, começa por afirmar um texto que viralizou na internet brasileira. Esta passagem pouco ou nada diz aos cidadãos brasileiros – sobretudo aos políticos. Mas tudo muda quando se desce dois parágrafos: “(...) a China convocou o presidente Michel Temer para uma reunião ao qual o presidente da China, Xi Jinping, propõe estabelecer essa lei no Brasil (...) para acabar com a corrupção.

Entretanto já passaram vários meses desde que Temer deixou o poder, mas a publicação continua a ser distribuída nas redes. Mas será que isto aconteceu mesmo? Algum dia a China – um dos países mundiais que mais aplicam a pena capital - tentou impor a pena de morte para políticos corruptos no Brasil?

A resposta é negativa.

A plataforma brasileira de verificação de factos boatos.org analisou o caso e concluiu que se trata de uma informaçãoo que mais não é do que um desenvolvimento de uma fake news já antiga, segundo a qual o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, transmitiu à então presidente Dilma Rousseff dez soluções para resolver os problemas do país.

O boatos.org procurou por um qualquer indício de que efetivamente a reunião em causa tenha existido, mas nada encontrou. Em vez disso, deparou-se com informação vaga, com erros de português,sem fontes credíveis. O site acrescenta ainda que mesmo que os presidentes dos dois países tivessem concordado em relação à pena capital, ela seria muito dificilmente imposta, tendo em conta que obrigaria a uma revisão da constituição brasileira, que proíbe a aplicação da pena no país.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network