"Preços diesel atual: Rússia - 0,38€/lt; Venezuela - 0,45€/lt; Ucrânia - 1,06€/lt; EUA - 1,10€/lt; Polónia - 1,18€/lt; Austrália - 1,23€/lt; Hungria - 1,22€/lt; Espanha - 1,65€/lt; Portugal - 2,03€/lt", destaca-se no tweet em causa, datado de 11 de março, concluindo da seguinte forma, em tom irónico: "A culpa é do Putin…"

Vários leitores do Polígrafo requereram uma verificação desta lista. Foi publicada no dia 11 de março e os dados mais recentes que encontramos sobre o preço de venda do gasóleo em todos os países do mundo, compilados no portal "Global Petrol Prices", são referentes à semana de 7 de março. Nessa altura, o preço médio do litro de gasóleo ao nível mundial cifrava-se em 1,12 euros.

De acordo com esses dados, o preço do litro de gasóleo na Rússia era de 0,357 cêntimos de euro, enquanto na Venezuela não ia além de 0,023 cêntimos de euro. Valores ainda mais baixos do que os indicados no tweet sob análise.

Quanto à Ucrânia, em situação de guerra contra a Rússia, registou um preço médio de venda do gasóleo de 1,064 euros por litro, valor quase idêntico ao da lista. O mesmo se aplica aos EUA, com um preço médio de 1,157 euros.

Os valores referentes à Polónia e à Austrália também estão corretos: 1,188 euros e 1,235 euros, respetivamente. Já em relação à Hungria, o valor indicado está próximo do real: 1,218 euros.

Por fim, há que verificar o preço do litro de diesel em Espanha e Portugal. No país vizinho, o preço médio era de 1,677 euros por litro, valor próximo do que aparece na lista. No entanto, em Portugal, o preço médio era de 1,812 euros e não de 2,03 euros.

Tal como informou a Agência Lusa nesta segunda-feira, 14 de março, o preço por litro de gasóleo deverá subir 13,6 cêntimos de euro durante a semana. Segundo a mesma notícia, no dia 11 de março, o boletim diário da Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE) antecipava que o preço do gasóleo simples iria bater os dois euros (2,026 euros/litro), tendo em conta que nesse dia o preço médio de venda ao público (PVP) deste combustível era de 1,89 euros por litro.

Em suma, a lista do tweet contém algumas imprecisões e, no momento em que foi publicado, extrapola o preço do gasóleo em Portugal, ainda que o valor indicado esteja prestes a ser atingido nos próximos dias. De qualquer forma, mesmo corrigindo as imprecisões, o facto é que o preço do gasóleo em Portugal é muito superior ao de países como os EUA, Polónia ou Ucrânia, quase o dobro.

Aliás, em comparação com a Rússia e a Venezuela, países produtores de petróleo (tal como os EUA), a diferença dos preços é ainda mais substancial.

Sendo essa a principal ideia subjacente ao tweet, além da dificuldade de analisar dados de preços ao nível mundial (com discrepâncias entre as datas), classificamos o mesmo como verdadeiro, mas não deixamos de apontar para as imprecisões nos valores indicados.

_____________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Verdadeiro, mas...
International Fact-Checking Network