A publicação em causa baseia-se no boletim de dados estatísticos sobre a produção industrial nos Estados-membros da União Europeia (UE), divulgado hoje pelo Eurostat.

De acordo com esse documento, o nível de produção industrial na UE aumentou 11,4% em maio de 2020 (comparando com abril de 2020), mas diminuiu 20,5% em comparação com o período homólogo de maio de 2019.

"Em maio de 2020, quando os Estados-membros começaram a aliviar as medidas de contenção da Covid-19, a produção industrial ajustada de sazonalidade aumentou 12,4% na Zona Euro e 11,4% na UE, comparada com abril de 2020, de acordo com estimativas do Eurostat, o gabinete de estatísticas da UE. Em abril de 2020, a produção industrial caiu 18,2% tanto na Zona Euro como na UE. Em maio de 2020, comparando com maio de 2019, a produção industrial diminuiu 20,9% na Zona Euro e 20,5% na UE", informa-se no referido boletim do Eurostat.

No que concerne mais especificamente a Portugal, tal como se salienta corretamente na publicação sob análise, registou-se a quarta maior quebra de produção industrial (-26,1%) entre os 27 Estados-membros da UE em maio de 2020, comparando com o período homólogo de maio de 2019.

De facto, apenas a Eslováquia (-33.5%), a Hungria (-27.6%) e a Roménia (-27.4%) tiveram quebras superiores em maio de 2020, comparando com o período homólogo. A diminuição registada em Portugal também está bastante acima das médias da Zona Euro (-20,9%) e da UE (-20,5%).

Concluímos assim que a publicação sob análise é factualmente correta.

___________________________

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network